ongrace.com

> Mensagem de Hoje

18/07/2015 - AMIGOS DE JESUS

  • Envie por Email
  • Imprimir
Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. João 15.14


É quase inacreditável que o Salvador, a pessoa da divindade que criou todas as coisas, ofereça-Se para ser nosso Amigo. Isso é muito bom para ser verdade, não é? Porém, de fato, Ele Se propôs a ser nosso Amigo; com isso, ganhamos a maior bênção depois da salvação. Com a amizade dEle, jamais perderemos uma só batalha e, ao mesmo tempo, nós Lhe agradaremos em tudo.

Ao dizer que só o Senhor é Deus (Dt 4.39), a Bíblia não está fazendo uma propaganda barata do Criador, mas mostrando que o Autor da Vida é perfeito em todos os aspectos, inclusive na bondade. Tendo ganhado a amizade dEle, nada faltará à sua vida. Ora, se você acha que tem cumprido os mandamentos, mas sua vida não vai para frente, ainda lhe resta pelo menos um mandamento a ser cumprido: não dar lugar ao diabo (Ef 4.27).

Um amigo é uma pessoa especial que, sem dúvida, gostaríamos de encontrar entre os nossos semelhantes, porém a verdade é que essa tarefa se tornou impossível. O amigo é alguém que ama desinteressadamente e, mesmo que nos tenhamos excedido em alguma coisa, não leva isso em consideração, mas, com amor, conduz-nos ao caminho da sanidade. Um amigo jamais trai, decepciona ou nos faz qualquer mal.

As condições para desfrutamos da amizade de Cristo não são difíceis de ser atendidas. Quando cumprimos o que nos é ordenado, Ele começa a nos ajudar em uma espécie de adiantamento da nossa herança. Em pouco tempo, recebemos muitas dádivas. Nenhum preço será caro demais para gozarmos da Sua amizade. Só alguém tão especial como o Senhor faria de nós Seus amigos.

Outro fato do qual precisamos ter ciência é que Jesus jamais ordenaria algo impossível ou que não nos proporcionasse bênçãos. Todos os mandamentos são simples e leves de ser obedecidos. Mas cuidado para não deixar o inimigo interferir na sua amizade com o Salvador, sugerindo que algum dos Seus mandamentos não precisa ser atendido; afinal, se isso ocorrer, o seu prejuízo será grande, pois, dessa forma, você dará fim à melhor amizade que poderia ter.

Quando executamos as ordens do Mestre, descobrimos que Ele está à nossa frente, abrindo com Suas pegadas o caminho que devemos trilhar. Então, por que não acreditar nEle e deixar que nos leve para onde deseja? Isaías disse que o Messias, por não crer que Seus filhos mentiriam, foi angustiado com a angústia deles e, por isso, tornou-Se o Salvador deles (Is 63.8,9). Não minta jamais, mas faça a obra do Senhor!

Os que se tornam amigos do Filho de Deus nunca perderão esse título, a menos que O envergonhem, fugindo das lutas. Por isso, não importa em que parte da peleja você foi colocado; exerça sua posição com todas as forças de que dispõe, pois Cristo Se encontra no lugar que determinou para você. Ele está à sua espera, e, quando chegar a hora do combate, cobrirá a sua cabeça com a unção dEle. O Salvador é demais, não é verdade?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Amigo verdadeiro! De quem precisamos se temos a Ti, verdadeiro Deus, como Amigo, o qual nos guarda em todos os caminhos? Porém, muitas vezes, não nos ocorre que podemos ter a ajuda completa de Ti. Obrigado por nos amares!

Não entendemos como chegamos a Te abandonar ao procurarmos auxílio no homem, pois sabemos que a amizade do mundo nada pode fazer por nós. No entanto, vendo que Tu Te ofereces para ser nosso Amigo, conseguiremos realizar Tuas ordens.

Como Tu és bom para conosco; afinal, muitas vezes, mesmo quando nos esquecemos de Ti, revelas o que devemos fazer para Te ter como Amigo protetor e Senhor. Com Tua ajuda, sempre Te honraremos e amaremos; assim, cumpriremos toda missão que nos dás. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Por que muitas pessoas deixam de devolver o dizimo na casa de Deus, para dar o associado? Uma senhora que conheço nunca dá o dizimo, mas o associado ela não falha e ainda...

A Palavra de Deus ensina que honramos a Deus com nossos bens (Pv 3.9) e não só com nosso louvor. Aliás, os dízimos e ofertas fazem parte da nossa adoração, do nosso culto...

»VEJA MAIS