ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/10/2020 - APROVEITE A OPORTUNIDADE

  • Envie por Email
  • Imprimir
E, ajuntando-se uma grande multidão, e vindo ter com ele gente de todas as cidades, disse por parábolas. Lucas 8.4


Lucas foi usado para nos contar uma das maiores lições do Senhor Jesus. Ao ver uma multidão – pessoas de todas as cidades – ajuntar-se, o Mestre aproveitou para falar sobre o Reino de Deus. Assim, Cristo nos ensinou a usar as situações oportunas para cumprirmos o plano divino. Ele falou sobre o que acontece com quem ouve o Evangelho.

No momento em que perdemos a chance de ministrar a Palavra que transforma e salva o perdido, nós nos juntamos à obra de destruição maligna. Nenhuma riqueza compensa o prejuízo causado. Muitos, para ganharem um pouco de apreciação ou dinheiro, deixam de realizar a sua missão com quem desconhece o Senhor. Que privilégio desperdiçado e tremenda insensatez! Adianta ganhar o mundo e se perder?

Não há escolha nem pode haver demora, pois a nossa tarefa é dar o Pão do Céu aos perdidos, a fim de que não nos percamos na vaidade. Aja em o Nome do Senhor, porque Ele o elegeu para isso: Filho do homem, eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra e os avisarás da minha parte (Ez 3.17). Quem não pode ir deve enviar alguém em seu lugar. Não prevarique!

Sinta o peso da advertência celestial. Um dia, você será chamado a prestar contas: Quando eu disser ao ímpio: Certamente morrerás; não o avisando tu, não falando para avisar o ímpio acerca do seu caminho ímpio, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua maldade, mas o seu sangue da tua mão o requererei (Ez 3.18). O que você deixar de fazer em Cristo se transformará em imensa perda na sua vida!

O cristão obediente livra a própria alma, realizando o que lhe foi mandado: Mas, se avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu caminho ímpio, ele morrerá na sua maldade, mas tu livraste a tua alma (Ez 3.19). Temos algo a cumprir: a obra de Deus. Jesus poderia ter buscado a popularidade, incentivando aquelas pessoas a cultuá-Lo, mas preferiu agir corretamente e nos dar o exemplo – ensinar a respeito da Verdade!

Por que espalhar que somos os tais, que nas nossas igrejas acontecem milagres e nas dos outros não? Ora, isso é mentira. As operações de Deus ocorrem onde a Verdade é pregada, e o povo dá ouvidos ao Senhor. Com isso, os incrédulos recebem a fé e, quando oram, o Altíssimo confirma a Sua Palavra. Jesus abriu o coração para o povo, que veio de longe ávido por aprender, e ensinou-lhe a parábola do Semeador. Vigie e ore!

Você será bem-sucedido se buscar Cristo e entrar pela Porta, que é Ele mesmo, a Palavra de Deus. Por causa daquele ensinamento, as pessoas viram a Verdade e, com isso, puderam ser mais prudentes: Eu sou o SENHOR; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura (Is 42.8).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus das multidões! Quantas vezes alguns pregadores do Evangelho se consideram especiais, e muitos os procuram por achá-los importantes? Ora, isso é ridículo ao extremo, porque, sem Jesus, não somos nada, exatamente nada. 

O Teu Filho havia preparado os corações para Te ouvir, mas, quando veio a multidão, Ele sabia o motivo de estarem ali. Com isso, o Mestre nos ensinou a aproveitar momentos semelhantes e dar ao povo a revelação que muda os corações e impede os enganos do diabo!

Queremos ser o que Tu desejas, fazendo a Tua obra, e não a nossa. Não podemos nos transformar em políticos ou agenciadores de shows, para que artistas e mal-intencionados ocupem o lugar do Salvador. Precisamos da Tua sabedoria!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, podemos considerar que todas as tragédias que têm ocorrido no mundo, como guerras, vulcões, dentre outras, são sinais de Deus para o fim do...

A Bíblia diz que essas coisas indicam o princípio do fim (Mt 24.6-8). Na edição de dezembro, a revista Graça abordou uma longa matéria sobre esse assunto. Se você se...

»VEJA MAIS