ongrace.com

> Mensagem de Hoje

27/09/2013 - BANQUETE CONTÍNUO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Todos os dias do aflito são maus, mas o de coração alegre tem um banquete contínuo. Provérbios 15.15


Examinando a Palavra de Deus, vemos que a humanidade está dividida em dois grupos principais: os salvos e os perdidos, os sábios e os tolos, os aflitos e os de coração alegre. A maneira como vivemos demonstra a que grupo pertencemos. A decisão que tomamos aqui em vida determinará o nosso destino por toda a eternidade.

Quem não se preocupa com o que lhe acontecerá após a morte faz parte do rol dos aflitos. Pertencer a esse grupo é muito triste, pois todos os seus dias são maus. Para quem não está na fé em Jesus não há como impedir o maligno de atuar em sua vida. Os salvos são guiados e protegidos pelo Senhor em todo o tempo. Já os que rejeitam o plano de Deus são oprimidos pelo destruidor não só por causa de suas más obras, mas também pelo que aconteceu no Éden, quando o diabo enganou Adão e Eva.

O aflito sofre por tudo e na hora que o diabo quer. Ele não tem sossego e, por mais que faça planos para a vida, descobre que o inimigo, o qual o dirige, é astuto, mau e sagaz. Por isso, não há paz para quem não é liberto do império das trevas. Ainda que o aflito lute para concretizar seus propósitos, a fim de ter dias melhores, o que planeja nunca vem à luz, porque não é dono de si, e sim servo do maligno.

Tudo o que acontece aos homens tem origem ou na bondade de Deus, ou na perversidade do demônio. Os que fazem a vontade divina são assistidos pelo Espírito Santo e, por isso, até quando dormem, o Senhor lhes prepara o pão. Já os que se mantêm rebeldes ao plano do Criador, ainda que projetem o melhor e se esforcem para conseguir executá-lo, nada de bom lhes sucede. Não haverá como escapar da fúria maligna, se não fizer parte da família de Deus.

Ao entender a Palavra e tomar a decisão de se converter verdadeiramente, o coração do homem se alegra sobremaneira. Ele vê que era isso que procurava, mas não achava. Quem aceita a fé em Jesus passa da morte – da natureza de Satanás – para o Reino de Deus. A partir de então, o salvo começa a viver com o coração alegre. A salvação nos liberta completamente da área de operação de Satanás.

Para os salvos, a promessa é que terão um banquete contínuo. Ninguém que recebeu Cristo deve conformar-se em viver fora dessa mesa farta, uma vez que possui a garantia do Pai de que não haverá interrupção do banquete. Veja se isso tem ocorrido com você. Aproveitando o desconhecimento de muitos, o inimigo tem trazido os mais diversos problemas.

No banquete que, continuamente, o Senhor coloca diante de você, não falta nada. Não importa a que horas você decide assentar-se à mesa do Altíssimo; o suprimento para todas as suas necessidades é reposto a todo instante. Agora mesmo, achegue-se a Deus em oração e diga a Ele que não aceita, de forma alguma, a diminuição ou a falta do que você precisa.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus supridor! Que bom saber que a nossa fé em Jesus nos libertou do império das trevas, trouxe-nos para o Teu Reino e nos fez mais que vencedores. Obrigado por nos teres amado de tal modo, que chegamos a ser chamados de Teus filhos. Isso é bom demais!

Suplicamos pelos aflitos, pois eles não sabem o que perdem por não se entregarem a Jesus. Que nenhum deles recuse o Teu convite, e, a partir de agora, ao serem convidadas, todas as pessoas afligidas pelos problemas Te aceitem e se assentem à Tua mesa.

Quem tem Jesus no coração vive alegre e, por isso, não mais depende da sorte, mas possui o direito de estar no Teu banquete e ter suas necessidades supridas a qualquer hora. É bom ser Teu e também ter a certeza de que, na Tua mesa, não falta nada.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionario, a PAZ Fui batizado com Espirito Santo em um vigilia, foi muito gostoso, mas não sinto mais aguela sensação gostosa que o Espirito de DEUS proporciona,...

Nossa comunhão não pode depender de sentimentos ou sensações, mas da fé. Até já existe quem fale da "religião do arrepio", ou seja, de gente que só vive atrás das...

»VEJA MAIS