ongrace.com

> Mensagem de Hoje

16/07/2015 - BENDITOS OU MALDITOS

  • Envie por Email
  • Imprimir
Dize-lhes, pois: Assim diz o SENHOR, o Deus de Israel: Maldito o homem que não escutar as palavras deste concerto. Jeremias 11.3


As promessas de Deus são o anúncio do que Ele pode e quer fazer pelas pessoas, desde que creiam nas palavras dEle, reivindiquem e tomem posse do que lhes é revelado. As coisas encobertas não nos dizem respeito (Dt 29.29), mas as mostradas nas Escrituras destinam-se a nós e aos nossos filhos para sempre. Portanto, examine com atenção a Palavra do Senhor, pois nela se descobre a justiça de Deus de fé em fé (Rm 1.17).

A vontade do Altíssimo é expressa em Suas declarações, de forma que nenhum registro do Livro Santo deve ser esquecido ou rejeitado. Na Bíblia, encontramos o plano divino para cada pessoa que habita nesta Terra. Ao achar um mandamento ou uma promessa, não ore para saber se aquilo é ou não a vontade de Deus, pois foi colocado ali exatamente para lhe ensinar qual é o propósito dEle para todos.

Os que assumem as declarações do Todo-Poderoso tornam-se benditos, bem-sucedidos, felizes, e O fazem Se realizar como Deus e Pai em relação a quem crê nEle. Ora, a alegria do Senhor é a nossa força (Ne 8.10); logo, se Ele estiver satisfeito com nossa atitude, seremos fortes e operantes. Não há coisa melhor do que estar dentro da completa vontade divina, pois, assim, nós nos realizamos.

O Pai celeste não tem de Se colocar em campo para cumprir o que diz, pois, ao falar, a Sua parte no processo da bênção se cumpriu. Quando Ele nos faz entender algo que se encontra na Bíblia, é hora de começarmos a nossa parte em relação àquele assunto. A partir da revelação, tornamo-nos responsáveis por todo bem ou mal que nos suceder. Se crermos, a bênção nos alcançará; não crendo, teremos a maldição.

Seja um mandamento ou uma repreensão; uma promessa ou uma advertência, quem não der ouvidos ao que Ele diz arcará com as consequências. Por isso, Ele nos adverte a não taxá-Lo de mentiroso com as nossas ações, pois aquele que entendeu o Seu plano e conheceu Suas promessas, mas não age de acordo a vontade dEle, é responsável por tudo o que o inimigo fizer em sua vida. Tudo o que precisamos fazer para fazê-Lo verdadeiro é crer.

Os mandamentos e as demais declarações do Senhor trazem a sabedoria e o entendimento. Os que não se esforçam para obedecer às ordens dEle atrofiam na fé e, então, tempos depois, no mundo espiritual, tornam-se semelhantes àqueles que tiveram uma doença que os impediu de fazer alguns movimentos. Portanto, exercite-se no que Deus afirma; assim, estará sempre pronto para vencer e vencer.

A sua escolha lhe trará bênção ou maldição; portanto, vigie para que o diabo não o leve a agir contrariamente ao que o Criador escreveu para você. O escrito de Deus, por sua vez, sempre o realizará por completo. Não se deixe levar pelas mentiras do inimigo, desviando-se das direções do Senhor. Saiba que desprezar a Palavra é o mesmo que cometer suicídio espiritual.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor abençoador! Tu és maravilhoso por Te importares com a nossa maneira de viver e nos advertires do perigo de não crermos em Ti. Não há como deixar de Te amar, pois tens pensado até nas mínimas coisas a nosso respeito. Obrigado!

Não dá para entender como há pessoas que amam a maldição, desprezando a Tua bênção. Porém, quando vemos isso ocorrer, somos lembrados de que nossa principal missão é pregar o Evangelho. Que jamais nos esqueçamos dessa obrigação!

Queremos ser bem-sucedidos e cumprir a Tua vontade, provando que Te amamos. Por isso, pedimos que nosso entendimento seja iluminado pelo Teu Espírito, e, então, poderemos ser a Tua alegria. Tu és fantástico! Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Uma pessoa me perguntou por que os evangelicos Não oram o pai nosso na igreja ja que esta na biblia como a única oração que Jesus nos deixou gostaria de esclarer essa...

Quem afirma tal coisa está, no mínimo, mal informado. Os evangélicos fazem, sim, a oração que o Senhor nos ensinou, mas com uma diferença bastante grande: eles não a...

»VEJA MAIS