ongrace.com

> Mensagem de Hoje

03/07/2010 - COLHEMOS O QUE PLANTAMOS

  • Envie por Email
  • Imprimir



“E prantearam, e choraram, e jejuaram até à tarde por Saul, e por Jônatas, seu filho, e pelo povo do SENHOR, e pela casa de Israel, porque tinham caído à espada” (2 Samuel 1.12).
Quem é de Deus mostra o seu caráter em todos os momentos e diante das situações mais difíceis, pois segue sempre a direção divina expressa nas Escrituras. Apesar de Saul ter decidido acabar com a vida de Davi, este não tinha o mesmo propósito em relação ao rei. Nos momentos de tentação, quem é de Deus reage diferente daquele que não tem compromisso com o Senhor.  
O verdadeiro servo de Deus não aceita ajuda do inimigo, pois sabe que o Altíssimo não age fora da Sua Palavra. Portanto, aquela inspiração que não vem das Escrituras, sem dúvida, provém do tentador, o qual sempre aproveita um momento de provação para dar seu empurrão. Não é bom aceitar o que o diabo oferece, pois tudo o que vem dele faz com que a pessoa aja errado e, assim, afaste-se do Deus.
Davi não queria a morte de Saul, mas, sim, que o coração dele fosse mudado, porque respeitava a unção que fora colocada sobre ele. No entanto, ainda que o rei quisesse a morte do jovem, esta não ocorreria. Davi entendia que nada acontece sem a permissão do Senhor, por isso, além de colocarmos a nossa confiança no Pai, devemos esforçar-nos para não existir nada de errado em nós. Se o diabo tiver um motivo, por menor que seja, ele irá usá-lo para tocar naqueles que lhe obedeceram. Portanto, ande em Espírito, e o inimigo não achará ocasião, ou brecha, para invadir o seu território. 
Quando o jovem pastor, o perseguido de Saul, ouviu que o rei e seu filho, Jônatas, estavam mortos, em vez de louvar a Deus pela queda de quem procurava acabar com sua vida, Davi liderou por Saul e por Jônatas um pranto sincero, o qual durou até a tarde. Davi pegou suas roupas e as rasgou, e foi seguido nisso pelos que com ele estavam. Eles prantearam pelo rei, por seu filho e por Israel, porque haviam caído à espada. Esse tipo de atitude sempre agrada ao Senhor.
O futuro rei Davi pensava alto, uma vez que sabia o valor da unção derramada sobre alguém, separando-o para o ministério. Com o avanço descomunal de conversões em nosso país, surgem muitas pessoas colocadas às pressas no ministério, que não estão preparadas, pois ainda pensam como os mundanos. O bom é respeitar quem verdadeiramente foi chamado pelo Senhor e ungido para a obra divina.
A atitude de Davi foi como o plantar de uma semente a respeito das coisas de Deus no coração dos seus ajudantes. Um dia, ele haveria de colher multiplicado o que plantou.
Em Cristo, com amor,
R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, desejo muito servir a Deus, me refiro a um ministério, e queria descobrir qual o desejo de Deus pra minha vida. Todos nós, cristãos, temos um ministério dado...

Todos os membros do corpo de Cristo têm um dom dado pelo Espírito Santo para o que for útil (1Co 12). Mantenha-se em comunhão com o Senhor, andando sempre na Palavra, que o...

»VEJA MAIS