ongrace.com

> Mensagem de Hoje

15/11/2018 - CONDENADOS AO SUPLÍCIO ETERNO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus? 1 Coríntios 6.9


Temos o livre-arbítrio para fazermos o certo; porém, deixar de dar atenção ao Senhor é a pior decisão do ser humano. A Palavra é o próprio Deus em nosso meio. Ela criou todas as coisas, pois é a pessoa da Trindade santa a executar o desejo do Pai. Ela é o Manancial e o Manual de vida, dada por Ele com o objetivo de acertarmos em nossas ações.

Quem desobedece às Escrituras se distancia do Senhor e acaba nas garras do inimigo, o qual, a partir de então, irá usá-lo em atos inerentes à sua natureza má e corrompida. Se não se submeter às orientações do bom Deus em Sua Palavra, contrariando o bem que deseja e tem à sua disposição, você se tornará injusto e não herdará o Reino dos Céus. Triste decisão!

Muitas pessoas ignoram as proibições do Altíssimo, mas, um dia, perceberão terem sido enganadas de modo letal, gerando morte espiritual. Não há escapatória nem arrependimento após a morte. Do modo como a pessoa saiu desta vida ela ficará eternamente. Já os salvos jamais perderão a comunhão com o Senhor. Eles viverão no reino da perfeição sem serem afligidos por nenhuma tentação. Por outro lado, os perdidos encontrarão dor e sofrimento.

Imagine o desespero de quem era salvo, mas resolveu seguir o mundo! Por alguns anos de prazer sujo, mundano e demoníaco, muitos se entregam ao maligno. Depois, estando no lago de fogo e enxofre, ao presenciarem a aflição trazida pelo diabo e por seus demônios, essas pessoas ficarão desesperadas e suplicarão por misericórdia, mas tal clamor não será atendido. Por que dar ouvidos ao adversário, se é tão fácil andar com Deus?

Hoje, para sermos justos, basta crermos no sacrifício de Cristo em nosso favor, descrito na Palavra, a qual é a Verdade. Nela, a mentira  obra do diabo  não prevalece. A Verdade nos liberta de todas as ações do mal. Muitos estão presos nas mãos do inimigo, porque deram o passo errado no momento da tentação, aceitando as propostas de Satanás como se fossem naturais.

Por que ser injusto, recusando os feitos de Jesus ao vir ao mundo para destruir as obras do diabo? Diversas doutrinas cristãs se baseiam em um emaranhado de pensamentos das mais diversas religiões, os quais ensinam a fazer penitências e sacrifícios para agradar a Deus. A Bíblia não ensina nada disso, mas diz, claramente, que quem crer verá a glória de Deus (Jo 11.40). Quem crê no Pai agrada a Ele, e se livra dos males.

Certa ocasião, os discípulos enfrentavam grande tempestade no mar da Galileia (Mt 14.22-32). Quando viram surgir alguém andando sobre as ondas, pensaram ser um fantasma e gritaram de medo. Jesus lhes falou que não temessem. Pedro, ao ouvir isso, disse que, se fosse mesmo o Mestre, deveria mandá-lo ir ao Seu encontro. O apóstolo recebeu o sim e andou sobre as águas, mas, ao duvidar, teve medo e começou a naufragar. Diante disso, Jesus o socorreu e o repreendeu por ter duvidado. Vigie e ore! 

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Ó Deus! Tu sabes quem admitirás no Teu eterno Reino, por isso, na Tua presença, pedimos misericórdia, porque, muitas vezes, temos sido injustos, desprezamos a Tua Palavra e nos entregamos à carne. Precisamos da Tua salvação!

Temos de compreender os Teus caminhos e andar neles. Desejamos ser praticantes do bem e fiéis à Tua Palavra, assumindo o que nos pertence. Ajuda-nos nesse nosso anseio. Queremos Te amar!

Devemos ser justos e cumpridores da Tua vontade. Assim, caminharemos com fé e alegria. Rejeitamos o termo “injustos”, mas almejamos ser chamados de justos, pois o mundo precisa do nosso testemunho!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração