ongrace.com

> Mensagem de Hoje

27/12/2011 - CONFIANÇA PLENA

  • Envie por Email
  • Imprimir



Não te espantes diante deles, porque o SENHOR, teu Deus, está no meio de ti, Deus grande e terrível.

 Deuteronômio 7.21

O Senhor Deus não é um mau estrategista; ao contrário, Ele é o melhor. Ao projetar a saída dos filhos de Israel do Egito, por exemplo, o Todo-Poderoso fez o melhor planejamento. Do mesmo modo, Ele procedeu conosco ao nos tirar do império das trevas e nos transportar para o Reino do Senhor Jesus (Cl 1.13). Entretanto, há muitas atitudes que precisamos ter para assumir o que é nosso nesse novo Reino. Assim, se seguirmos Seus planos, jamais seremos derrotados.

Ao tirar os israelitas da terra de Faraó, o Senhor sabia do que eles necessitariam e o que Ele precisaria fazer para que a Terra Prometida fosse alcançada. Ora, entre nós também não há um só filho de quem o Pai celeste Se esqueça. Ele nos chamou para alcançarmos a Nova Terra. Em razão disso, não podemos desistir diante das tentações que surgem durante a nossa caminhada, visto que elas já estavam previstas. Basta aguentarmos firmes e não darmos lugar ao diabo (Ef 4.27); assim, não erraremos o caminho. 

Para que não temessem as dificuldades que viriam, Deus prometeu abençoar o alimento, a saúde e até os animais do Seu povo. Ora, será que temos promessas iguais a essas em nossa vida? Não! Isso era para os israelitas. As dádivas garantidas a nós não só chegam “aos pés” daquelas, mas também superam, já que a Nova Aliança está firmada em melhores promessas (Hb 8.6). Por essa razão, hoje, tudo o que determinarmos em Nome de Jesus nos será feito pelo próprio Senhor.

As nações que habitavam a Terra Prometida eram grandes, numerosas e bem armadas; porém, ainda assim, o povo de Israel não deveria temê-las. A nossa luta não é contra carne e sangue, mas, sim, contra as forças das trevas (Ef 6.12). No entanto, não devemos sentir medo delas, pois já foram derrotadas por Jesus no momento da Sua morte. Hoje, mediante qualquer sinal de investida do inimigo contra nós, basta determinarmos a derrota dele para que o poder divino entre em ação.

Tudo o que acontecia com os israelitas era símbolo do que sucederia conosco tempos depois. Por isso, devemos buscar as estratégias do Altíssimo, a fim de ocupar as posições-chaves da nação, do mundo empresarial e da fé dos povos, aos quais Ele nos envia. Os membros do Corpo de Cristo são vitoriosos sobre todas as coisas e, seguindo a orientação do Todo-Poderoso, jamais serão confundidos. Desse modo, entramos na batalha sabendo que sairemos vencedores. 

Para desfrutar da vida abundante na Nova Terra – o Evangelho –, precisamos somente crer no que nos é mostrado como missão divina, executando-a. Podemos tudo nAquele que nos fortalece (Fp 4.13); afinal, em Cristo, não há nem haverá um “não” para aquilo que Ele nos manda fazer. Por isso, sem dúvida, somos mais que vencedores.

Além disso, o Senhor prometeu aos israelitas que faria de novo os mesmos milagres que realizou no Egito quando os tirou de lá. Para nós, no entanto, a promessa é ainda maior, uma vez que todas as obras que Deus fez e estão registradas nas Escrituras serão cumpridas quantas vezes forem necessárias. Portanto, seja firme na fé e faça a obra divina sem medo algum.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração