ongrace.com

> Mensagem de Hoje

28/07/2015 - CONFISSÃO INEXISTENTE

  • Envie por Email
  • Imprimir
E morador nenhum dirá: Enfermo estou; porque o povo que habitar nela será absolvido da sua iniquidade.  Isaías 33.24


Será que estamos frustrando o Senhor na realização da obra que Lhe custou um alto preço, dizendo, por meio das nossas atitudes, que as Suas declarações foram exageradas? Muitas pessoas nos chamam de fanáticos quando afirmamos que quem viver em comunhão verdadeira com o Pai celestial – crendo e desfrutando do Evangelho – não experimentará nenhum mal. No entanto, a Palavra diz exatamente isso.

A obra realizada por Jesus no Calvário não é um remendo colocado em um vestido rasgado, mas algo de grande importância para a nossa felicidade; afinal, fomos absolvidos da iniquidade. Por isso, não devemos fazer nada quando um pensamento sujo, negativo ou mesmo maligno assaltar a nossa mente. Temos de viver sob a direção bíblica; caso contrário, por mais que desejemos estar fora das perversas obras do diabo, não conseguimos.

Os filhos de Israel foram orientados a destruir todas as nações da terra de Canaã (Dt 7.1-3); porém, apesar de conhecerem o Autor da ordem, deixaram vários moradores vivos, os quais, mais tarde, tornaram-se verdadeiros espinhos para eles. O mesmo ocorre com aqueles que são condescendentes com as tentações, achando que não há necessidade de se abster radicalmente de toda aparência do mal. Essas pessoas vivem cheias de problemas.

Veja o que há de errado em seu coração, seus desejos, na maneira como fala e responde às pessoas e, principalmente, quando não dá atenção as declarações da Bíblia. Deus é perfeito e nunca estará ultrapassado pelo modismo – o qual, em todas as gerações, varre o mundo – nem Se equivocará. Quem deseja andar ao lado dEle deve ficar atento às Suas palavras e nunca, sob nenhuma condição, se deixar levar pelas mentiras do diabo.

O Onipotente fez a obra completa, mas, como Adão, temos comido do fruto proibido, porque achamos que não há nada demais em cobiçar alguém, pensar em algo impuro e fazer o que Ele terminantemente proibiu. Tudo o que Deus nos fala é para o nosso bem-estar, nossa segurança, para não cairmos nas mãos do maligno. Há bênçãos em cumprir os preceitos divinos.

Ainda não entendemos que, quando deixamos qualquer coisa por amor de Cristo e do Evangelho, recebemos 30, 60 e 100 vezes mais, com perseguições e lutas que, muitas vezes, exigem orações e jejuns (Mc 10.30). Os obedientes e aplicados em cumprir os desejos do Pai nunca se decepcionarão; ao contrário, serão bem-sucedidos e felizes na obra dEle. São dessas pessoas que o Onipotente precisa.

O que você tem feito em relação a essa verdade? Você tem podido falar que está curado? Ou tem confessado que não entende o Senhor? Ora, quem não faz conforme Ele ordenou convive com “espinhos” ao seu redor. Entregue o seu caminho ao Senhor, confie nEle, e tudo Ele fará (Sl 37.5).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

 

Senhor absolvidor! Somos enganados pelo maligno, porque deixamos espaço em nossa vida para a sensualidade, a mentira e os prazeres mundanos. Apesar de termos sido absolvidos das nossas iniquidades, tomamos prazer nelas. Misericórdia!

Não podemos dizer que estamos curados, porque os remédios tomados no dia a dia provam que somos oprimidos e dominados pelos espíritos infernais de dores e doenças. Aonde chegaremos vivendo desse jeito?

Precisamos começar uma obra de erradicação das ações malignas em nossa alma. Temos de cumprir as Tuas ordens e não deixar o inimigo nos enganar com seus pães bolorentos. Ajuda-nos, Pai!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração