ongrace.com

> Mensagem de Hoje

02/12/2013 - CONSELHOS IMPORTANTES

  • Envie por Email
  • Imprimir
Sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altas, mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios em vós mesmos. Romanos 12.16


Ao voltar para os Céus, Jesus enviou-nos outro Consolador. Ele veio para ficar ao nosso lado e fazer o mesmo que o Mestre fazia. Esse Consolador é o Espírito Santo, o qual veio glorificar nosso Salvador e consumar a obra que o Pai havia-Lhe dado. O Espírito Santo é quem dirige a Igreja de Jesus. Uma de Suas missões é ensinar-nos e guiar-nos em toda a verdade (Jo 16.13).

Uma vez completada a fase da salvação, o Santo Espírito nos dá quatro conselhos no versículo citado, para que sejamos bem-sucedidos na caminhada da fé. Entenda-os, medite no que significam e cumpra-os. Desse modo, você verá que nada lhe faltará. Eles são comuns a todos os salvos. Os que querem vencer e, no final da caminhada, receber a coroa da vida devem esforçar-se para cumpri-los, pois, assim, agradarão ao Altíssimo.

As revelações divinas são claras, porque Deus não é Deus de confusão (1 Co 14.33a). Só existe confusão quando a doutrina é do homem, pois as pessoas são diferentes entre si. Sendo do Senhor a revelação, todos devem ser unânimes em crer no que lhes foi ministrado. Jamais seja uma voz discordante na congregação, pois o Altíssimo sabe anunciar Sua vontade a todos. A contenda mostra que o inimigo está atuando (Fp 2.3).

Um grande perigo ronda os salvos: a ambição por coisas elevadas. Alguns erram por quererem imitar aqueles que não conhecem Jesus e se sobressaíram em determinada área. Ora, não é porque alguém é bom cantor que o outro tem de ser igual a ele, ou melhor do que ele. Se alguém abriu uma pizzaria, e o negócio deu certo, não quer dizer que você deva fazer o mesmo. Busque do Senhor a direção e, então, descobrirá algo novo e será abençoado nisso.

O correto é acomodar-se às coisas humildes. Se o Altíssimo promovê-lo, a vitória será certa; não haverá sofrimento. Deus pode movê-lo a aspirar a grandes coisas, mas, nesse caso, siga sempre as instruções dEle. O problema está em não obedecer à direção divina. Os que não respeitam isso enfrentam sérios problemas. Somente a bênção do Senhor enriquece. Nela, não há dor (Pv 10.22).

Jamais entre em disputa sobre quem sabe mais, ou tem sido mais abençoado. Na verdade, a pessoa que tem recebido mais de Deus deve esforçar-se para ser servo de todos, pois a quem muito foi dado muito será pedido (Lc 12.48). Se o saber que você recebeu veio de Deus, aquilo que o Pai tinha em mente ao lhe dar tal dom produzirá frutos. Não queira ser o que Deus não lhe ordenou.

Siga o que o Consolador diz. Ele nos ensina, na Palavra, o que foi decidido nos Céus a nosso respeito. Então, de acordo com o que foi declarado, você conseguirá cumprir a vontade divina. Seja fiel à sua missão, pois, um dia, você prestará contas dos talentos que lhe foram confiados. Seja aprovado com louvor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Altíssimo Deus! Obrigado por nos teres dado outro Consolador. Hoje, sabemos que Ele nos assiste em nossas fraquezas, intercedendo por nós com gemidos inexprimíveis. Com isso, somos libertos de muitos laços armados pelo inimigo.

Que esses quatro conselhos sejam acatados por todos os Teus filhos. Devemos ser unânimes na Tua obra, não ambicionando coisas elevadas, mas acomodando-nos às humildes e, ao mesmo tempo, recusando ser sábios por nós mesmos. Que tais princípios norteiem a nossa vida.

Sabemos que o Espírito Santo há de nos revelar o que foi dito a nosso respeito, ensinando-nos a agirmos para fazer as grandes obras que nos tens reservado. Por isso, queremos agradecer por tal bondade. Tu nos dás as bênçãos e, ao mesmo tempo, ensinas-nos a recebê-las e vivê-las.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Gostaria muito de entender o texto acima. Com isto o pregador quer dizer que não temos alma que nossa recompensa é só o que fizemos aqui na...

Eclesiastes é um livro que questiona a futilidade da vida sem Deus. A palavra "vaidade" vem de uma raiz que significa "vão, ilusório", segundo o Dicionário Aurélio. No...

»VEJA MAIS