ongrace.com

> Mensagem de Hoje

25/11/2015 - CONTINUANDO A PROGREDIR MAIS

  • Envie por Email
  • Imprimir
Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus que, assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que continueis a progredir cada vez mais. 1 Tessalonicenses 4.1

Ouça a mensagem

Esse deveria ser o alvo dos filhos de Deus. Porém, há algumas coisas que não os deixam atingir a estatura de Cristo. Ele sabia dominar as situações, sair de qualquer ação do inimigo e não tinha limitação no exercício do Seu ministério. No entanto, conosco não acontece nada parecido. Ora, Jesus disse que faríamos as mesmas obras realizadas por Ele. Sem dúvida, agora temos uma direção para buscar do Senhor a resposta.

A verdade é que não podemos falar, com toda a autoridade, que as pessoas têm recebido de nós a maneira como convém andar e agradar a Deus. As nossas direções sempre são cheias de hipóteses, mas em Jesus havia certeza. Paulo falou com clareza que deu a orientação correta aos que o ouviam. Por isso, se também fomos constituídos ministros de Deus, precisamos ter a mesma certeza do Mestre, ou não temos de fazer as mesmas obras?

Por que a semente não tem nascido e produzido a 30, 60 e 100 por 1, como ocorre em tudo no Reino de Deus? Temos estado, de fato, nele ou no reino das religiões? Esse assunto tem de ser encarado, com toda a honestidade, sem rodeios, porque, se a Escritura Sagrada merece crédito – e merece –, daremos conta do que fizemos ou deixamos de fazer na fé em Jesus. Os seus filhos o têm como exemplo de servo do Altíssimo?

Uma vez tendo entendido o modo como devemos agradar ao Pai celestial, é preciso proceder dessa maneira. Examinemos o que Cristo disse sobre a Semente não produzir em nossa vida o Seu potencial. O Mestre falou da fascinação das riquezas, dos cuidados da vida e da ambição de outras coisas e, dentro de uma dessas três premissas, nós nos encontramos. Temos de amar o Senhor acima de tudo, para que possamos ser amados assim por Ele.

Se não progredirmos nesse tema, não avançaremos na fé, e isso não é bom. Pode ser que, um dia, alguma provação maior surja, além das que temos enfrentado, e, então, não conseguiremos sair dela usando somente a fé. Ora, somos mestres em arranjar desculpas, mas, quando olhamos para a Palavra que Jesus pronunciou, não temos para onde correr. Ele disse que os que cressem nEle também fariam as obras que Ele fazia. Qual é a sua resposta?

Não importa o que você ou o que alguma pessoa considerada importante digam. O Senhor afirmou que os Céus e a Terra passarão, mas as palavras dEle jamais. Se continuarmos a “empurrar com a barriga” essa pergunta que não quer calar, não daremos solução ao que nos é proposto. Como cresceremos, se não estamos vivendo a excelência do Reino de Deus? Acaso o que foi registrado na Bíblia não se cumprirá integralmente? Creio que sim.

O rogo de Paulo veio do Espírito Santo. Ele serviu ao Senhor em seus dias; hoje, somos nós que temos de servir ao Altíssimo. O mapa da obediência já foi mostrado e, agora, o que faremos? É preciso vigiar em nossa chamada e orar até que venha a chuva prometida.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! Temos nos enganado com meia dúzia ou menos de sucesso, quando deveríamos progredir no modo de andar e Te agradar. A nossa geração e as vindouras precisam de pessoas que amadureçam na fé em Jesus.

Os doentes esperam por quem lhes ensinem, como Jesus fez em Seus dias. Os que estão em pecado choram por não saírem das arapucas nas quais se envolveram, e o que estamos fazendo? Chega de filosofias e ideias vazias.

Se não servimos para servir, por que fomos chamados? Se agirmos como os filhos de Eli, a culpa não será de Jesus, o Sumo Sacerdote da nossa confissão. Se não dermos ouvidos a Ele hoje, por certo, seremos disciplinados amanhã. Precisamos continuar a progredir.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Prezado missionario, certa vez em um de seus cultos pela tv, na hora do louvor, o senhor mandou que parasssem com a musica, pois a letra não condizia ao cristão, ( concordei...

Não posso opinar acerca da música mencionada, pois não a conheço, mas sei o que diz a Bíblia Sagrada. O ciúme, como expressão daquele sentimento mesquinho de posse, pelo...

»VEJA MAIS