ongrace.com

> Mensagem de Hoje

01/09/2016 - DECISÃO PARA DURAR

  • Envie por Email
  • Imprimir
E Abimeleque disse a Abraão: Para que estão aqui estas sete cordeiras, que puseste à parte?     Gênesis 21.29


Tudo o que realizarmos deve ser feito no Senhor e diante dEle, para que dure. Como os dons de Deus são irrevogáveis, as nossas obras na fé também precisam ser assim. Se houvesse outra obra melhor a ser executada, ela nos seria revelada. Com o Altíssimo, não há aquilo que os homens chamam de “quebra-galho”, provisório, a ser concluído corretamente depois, quando o Senhor estiver preparado, e, assim, sermos usados de maneira diferente.

Abimeleque e o comandante do seu exército estavam amedrontados com a prosperidade de Abraão e, em uma atitude de paz, foram pedir um acordo com o patriarca dos hebreus, ao constatarem que Deus era com ele. É necessário que as pessoas tremam ao pensar em nós como servos do Senhor. Desse modo, mesmo que elas estejam mal-intencionadas, irão nos respeitar ou mudar de atitude. Devemos falar como jamais alguém falou. 

O rei de Gerar pediu a Abraão que tratasse seus filhos e netos com a mesma bondade com que o monarca o tratou no passado. Na verdade, foi esse ato que fez Abraão não tomar uma posição firme contra Abimeleque, quando os servos do rei tomaram à força o poço de águas cavado pelo patriarca. A posição tomada por Abraão parece ter sido espiritual, falando com o Senhor da injustiça sofrida das mãos daquele rei.

A ida de Abimeleque, embora ele tenha escondido o real propósito, convenceu Abraão, o qual entrou em aliança com ele. Contudo, esse servo de Deus não perdeu a oportunidade de repreendê-lo por causa do poço tomado por seus servos. O monarca filisteu simulou dizendo não saber desse caso. Provavelmente, sentiu o quanto é perigoso mexer com uma propriedade de quem serve a Deus e propôs uma aliança. Para o patriarca, isso desfez a confusão iniciada.

Abraão tomou ovelhas e vacas e as deu a Abimeleque, porém pôs à parte sete ovelhas, o que chamou a atenção daquele rei. As nossas atitudes, de cunho espiritual ou material, devem sempre impressionar a pessoa com maldade no coração. Muitas vezes, pequenos atos, mas inspirados pelo Senhor, falam mais do que um milhão de palavras. Quando Deus nos dirige, há uma boa razão para tal. Busque a direção dEle!

Abraão selou um concerto com Abimeleque, dando-lhe sete cordeiras, como confirmação de que fora o patriarca quem cavara o poço chamado Berseba – poço do juramento. Diante disso, o que ocorresse após aquele momento teria um só responsável: o rei de Gerar. Aquela aliança dava a Abraão o direito de executar a justiça comum naqueles dias, caso se repetissem os fatos. Se uma conversa franca e gentil põe fim a um conflito, ainda mais uma conversa no Senhor!

Abimeleque e o chefe do seu exército voltaram para sua terra, e Abraão plantou um bosque naquele lugar e invocou o Nome do Senhor, Deus eterno. Seja firme na verdade; desse modo, muitos problemas serão evitados. Porém, em todo o tempo, deixe o Espírito Santo usá-lo. Lembre-se disto: quem é dirigido por Ele é filho do Onipotente.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! As nossas decisões devem ser tomadas para durar, por isso precisam ter o Teu consentimento. Abraão estava contrariado com a atitude dos servos de Abimeleque, ao tomarem o poço cavado por ele – fato que esse rei disse ignorar.

Muitas vezes, algo insignificante pode desencadear uma grande confusão. Ao ver o rei de Gerar procurá-lo, Abraão soube que a sua oração foi ouvida, pois um mau acordo é bem melhor do que uma batalha, na qual vidas são ceifadas. Pai, assiste-nos em tudo.

A prosperidade do Teu servo fez o soberano filisteu procurar por uma conciliação, lembrando que, no passado, ele usara de beneficência para com o patriarca e, agora, pedia o mesmo. Que sempre usemos algo para selar os nossos acordos e, então, o assunto estará bem firme diante de Ti.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração