ongrace.com

> Mensagem de Hoje

11/01/2015 - DEIXE-SE LEVAR PELO ESPÍRITO

  • Envie por Email
  • Imprimir
E disse um: Serve-te de ires com os teus servos. E disse: Eu irei.  2 Reis 6.3


Há acontecimentos em nossa vida cujos propósitos são do Senhor, mas nem sempre suspeitamos disso. Conforme crescemos na fé e na graça, vemos que nada, absolutamente nada, está fora da permissão de Deus. Em Sua sabedoria, Ele sabe nos guiar até chegarmos onde é melhor para nós e para a obra. Portanto, devemos sempre estar atentos, pois o Espírito Santo há de nos falar o que tem ouvido (Jo 16.13)

Os obreiros de Eliseu pediram a autorização dele para ampliarem o lugar em que habitavam (2 Rs 6.1). Como era algo razoável, o profeta logo autorizou. Todo líder deve ser sensível ao treinamento dado pelo Altíssimo aos seus obreiros, pois eles também precisam crescer no entendimento e na fé. Então, quando chegar o dia de serem usados, saberão como executar a vontade divina. O mau mestre jamais ensina aos seus.

Ao receber a resposta favorável, um deles sentiu que seria bom ter Eliseu junto a eles; o profeta consentiu e os acompanhou. Aqui fica claro que a tarefa deve ser feita em equipe, ou pelo menos em dupla, como Jesus ensinou (Lc 10.1). No entanto, a responsabilidade do líder é inquestionável, e ele só deve atender às solicitações quando estas forem testificadas por Deus. Isso vale para o líder da igreja, da empresa, de alguma associação e também do lar. 

O sim de quem está na direção do trabalho do Senhor é importante, mas, sem dúvida, o homem de Deus deve estar em espírito para sentir se deve ou não aprovar os pedidos, porque não pode ter preferidos, principalmente se houver algum interesse espúrio por trás. Os parentes do líder têm de ser colocados em condição de igualdade com os demais; do contrário, haverá ação de demônio nas decisões, e isso é gravíssimo.

Quando cortavam lenha, um deles gritou desesperado, porque o machado era emprestado e havia caído na água. Os imaturos na fé sempre pegam ferramentas emprestadas. Ora, o pregador não pode ministrar como papagaio, repetindo as palavras de outro servo do Altíssimo, ainda que este seja considerado muito importante. Todos têm de receber do Senhor o que devem entregar, como Paulo nos ensina no texto da Santa Ceia (1 Co 11.23).

Ao saber onde o instrumento caíra, o profeta pegou um galho de árvore e o lançou na água, fazendo o machado flutuar. Esse foi um dos maiores milagres já vistos, pois a lei da gravidade foi tirada daquele lugar. O Senhor operou esse milagre em algo simples. Que isso sirva de lição para todo filho de Deus! Para a confirmação da Palavra, não importa o valor material de nada, e sim o louvor a ser dedicado ao Criador.

Esse milagre nos ensina que o poder divino não deixa de agir em favor do servo de Deus, mesmo que o prejuízo possa ser pequeno e reparado com uma indenização. O que aqueles jovens obreiros viram deve ter ajudado a fé de cada um e, provavelmente, muitos deles fizeram grandes atos depois de tal aprendizado.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares.

 

 

 

Altíssimo! É lindo ver como Tu Te dispões a ir com os Teus servos mesmo nas tarefas triviais. Isso nos inspira a orar, a fim de sabermos dos detalhes a serem usados em nossos feitos para o Teu Reino, pois, assim, podemos ter a Tua companhia.

Ao ir com os discípulos, Eliseu mostrou que essa é uma das coisas que Te alegram: estar ao nosso lado. Se, no decorrer do evento, algo pequeno ou grande acontecer, Tu lá estarás para multiplicar os pães e peixes, transformar água em vinho ou tirar um machado da água.

O milagre foi grande, pois, com aquele galho que Eliseu lançou na água, Tu suprimiste a lei da gravidade daquelas águas. O que Tu não podes e desejas fazer por nós? Ajuda-nos a ter as Tuas operações sempre para Te amarmos mais e mais. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração