ongrace.com

> Mensagem de Hoje

18/02/2010 - DEUS INDIGNADO

  • Envie por Email
  • Imprimir



DEUS INDIGNADO

“Ó SENHOR, Deus dos Exércitos, até quando te indignarás contra a oração do teu povo?” (Salmo 80.4).

Seria possível o Senhor ficar indignado contra a oração do Seu povo? Sim, pelo escrito do salmista isso pode suceder. Quando isso acontece? Bem, é o que veremos neste estudo. Para muita gente, por Ele ser amor, parece improvável tal situação ocorrer. Ao colocar tal declaração nas Escrituras, o Espírito Santo está dizendo-nos que devemos vigiar para que isso não aconteça conosco. Uma coisa é o Senhor não nos atender, o que já é péssimo, outra é Ele, além de não nos responder, ficar revoltado com a oração que Lhe fazemos.

Acredito que somente devemos fazer a oração da fé, pois, nela, declaramos a Ele se cremos ou não em Sua Palavra. A oração da incerteza é como uma declaração de que o que Ele escreveu no Livro Santo não nos interessa. Em outras palavras, isso é uma afronta. Ao colocar nas Escrituras a Sua vontade, cabe a nós tão somente acreditar no que Deus fala.

Jesus falou sobre o fariseu que orava agradecendo por não ser como os demais homens. Para ele, os outros eram roubadores, adúlteros e injustos. Contudo, o Senhor disse que ele voltou para casa sem a resposta que desejava. Quem foi justificado foi o publicano, o qual batia no peito e pedia misericórdia. O orgulho que fazia o fariseu considerar-se melhor do que o suplicante publicano fez aquele voltar sem a pretendida resposta do Senhor (Lucas 18.10-14).

Tiago disse que Deus resiste aos soberbos (Tiago 4.6). A soberba é um dos piores sentimentos que uma pessoa pode ter. Ela pode estar sendo usada pelo Pai, ter um grande ministério e ser bem-intencionada, mas, quando ela se deixa levar pelo sentimento de superioridade ou, por qualquer motivo, julga-se melhor do que os outros, ela se afasta de Deus, e, então, as suas orações, que alegravam os ouvidos do Senhor, passam a ser repugnantes.

Qualquer um pode ser tentado e, em certo grau, cair em pecado. Mas, antes que a iniquidade seja consumada, o Espírito de Deus incomoda o indivíduo. Porém, como tem pouca apreciação pelo zelo divino – que não quer vê-lo longe do caminho do bem nem nas garras do inimigo –, ele se fecha para a voz do Altíssimo e se vende por um prazer momentâneo e pecaminoso. Então, quando se encontra em necessidade, em vez de pedir perdão, ele ora a Deus como se nada tivesse acontecido.

Advertido pela Palavra do Senhor, não deixe que nada se interponha entre você e Deus. Abra o seu coração, acerte-se com Ele, e, assim, a sua oração será atendida.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário , sou casada há três anos , quando eu casei meu marido servia à Deus juntamente comigo , mas passando -se aproximadamente um ano , por motivo de trabalho , ele...

Seu marido precisa é de conversão. O fato dele ter freqüentado uma igreja na época do namoro não significa que ele fosse do Senhor. Aliás, permita-me dizer que o namoro...

»VEJA MAIS