ongrace.com

> Mensagem de Hoje

27/02/2010 - DEUS VAI OUVI-LO

  • Envie por Email
  • Imprimir



DEUS VAI OUVI-LO

“Moisés e Arão, entre os seus sacerdotes, e Samuel, entre os que invocam o seu nome, clamavam ao SENHOR, e ele os ouvia” (Salmo 99.6).

O povo de Deus está cercado de promessas feitas por Ele. Contudo, basta uma pequena provação, para que alguns indivíduos achem que não mereçam ser atendidos e que o Altíssimo não os ama. Mais ainda: embora não saibam explicar o porquê disso, pensam que, no passado, os servos do Senhor eram melhores atendidos do que hoje. Isso não é verdade!

O que acontecia nos tempos bíblicos é o mesmo que ocorre atualmente, porém, em nossos dias, temos um privilégio maior por estarmos vivendo na Nova Aliança, a qual foi estabelecida sobre melhores promessas. Mas por que não somos ouvidos hoje, e Deus não fala conosco? Pelo fato de não fazermos o que deve ser feito! Naquele tempo, os que serviam ao Criador acreditavam de fato nEle e oravam para serem respondidos. Hoje, muitas pessoas intercedem, mas será que realmente esperam alguma resposta do Altíssimo? Ora, o Pai celeste está “preso” por Suas próprias palavras. Portanto, se Ele prometeu nos ouvir e responder, assim o fará.

Moisés e Arão, os que foram usados para tirar o povo do Egito, clamavam, e o Senhor os escutava. Mas atenção: Ele ouvia aquilo que se referia ao ministério que lhes fora dado. Será que não está aí a explicação? Se clamarmos em relação à missão que nos foi confiada, o Senhor, por certo, irá socorrer-nos. Eles não brincavam de orar nem estavam interessados em outra coisa a não ser cumprir o que lhes fora determinado. Então, sempre que precisavam de ajuda, achegavam-se ao Senhor em oração e eram atendidos. O mesmo ocorre com todo aquele que dá ouvidos ao que lhe é mandado!

Samuel, o último dos juízes, sacerdote, profeta, homem de Deus, não deixava de executar o que competia à sua missão. Era homem como qualquer outro; às vezes, até se excedia – como, por exemplo, aconteceu quando, ao partir em busca do filho de Jessé que deveria ser ungido rei, deixou-se levar pela aparência de Eliabe (1 Samuel 16.1-13). No entanto, repreendido pelo Senhor (v. 7), rendeu-se à direção divina, e, em Davi, vemos o fruto da obediência. Ele clamava, orava, e Deus o ouvia.

Hoje, não há por que o Pai amado não atender a todo aquele que clamar por Sua misericórdia. A resposta pode não vir da maneira como a pessoa gostaria que viesse, mas é preciso lembrar-se de que os filhos de Israel clamaram a Ele por causa dos midianitas, e a solução veio por intermédio de um profeta que fez o povo aliançar-se com Deus (Juízes 6). Foi assim que surgiu Gideão, o qual os levou à libertação (Juízes 7).

Meu irmão, o Senhor deseja que você entenda isso para que, agora, clame a Ele! Agindo dessa forma, o Altíssimo irá atender-lhe. A Sua luz já está brilhando, e a obra de Deus está sendo realizada em sua vida. Só dependerá de você tomar a atitude certa, a fim de que o poder do Altíssimo entre em uma ação libertadora em seu favor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Somos produtores rurais e como devemos proceder com o dizimo ja que não temos renda mensal e sim vivemos das vendas que fizemos do que produzimos soja milho feijao e tb de...

Prezada irmã Laiza, O dízimo no caso apresentado por você é simples de ser esclarecido. Pois bem, faça a soma dos gastos com a produção e com os empréstimos...

»VEJA MAIS