ongrace.com

> Mensagem de Hoje

24/04/2017 - FILHOS QUE SE PERDERÃO

  • Envie por Email
  • Imprimir
E os filhos do Reino serão lançados nas trevas exteriores; ali, haverá pranto e ranger de dentes. Mateus 8.12


Ao se prontificar a ir com o centurião para curar o seu servo, Jesus principiou uma série de eventos que nos servem de lições, das quais, diga-se de passagem, não podemos ficar sem (Mt 8.5-13). Da mesma forma, Ele usará situações comuns para nos mostrar a verdade, a fim de vivermos melhor e sermos bem-sucedidos. Tudo o que o Senhor nos ministra é para a nossa felicidade.

Ao ouvir o “sim” de Jesus ao seu pedido, fazendo mais do que pedira, o centurião se assustou com tal privilégio e disse que não era digno de que o Mestre entrasse debaixo do seu teto. Explicou que não era preciso que Jesus Se dirigisse até o local, pois sabia que bastava uma palavra dEle para que o criado fosse curado. O centurião acrescentou ainda que também era homem de autoridade e, quando ordenava a seus servos e soldados que fizessem algo, logo eles o faziam.

A conscientização de que somos servos de Deus e os anjos são nossos conservos, enviados por Deus a serviço dos salvos (Ap 19.10; Hb 1.14), há de nos dar coragem no momento em que tivermos de repreender algum mal. Costumamos nos portar bem diante de uma adversidade que julgamos “pequena”, mas, quando surge algo difícil, deixamos o medo entrar. Por quê?

Jesus disse que receberíamos poder ao descer sobre nós o Espírito Santo (At 1.8). Precisamos permanecer nessa promessa. A virtude confiada a nós é sobre toda a força maligna, por isso devemos enfrentar com valentia qualquer ameaça do diabo. Não podemos esconder os nossos talentos, achando que deixar de assumir a nossa posição em Deus é melhor do que tentar e fracassar. Misericórdia!

A resposta do centurião fez Jesus ficar maravilhado, pois, nem mesmo entre o povo escolhido, Ele encontrara tanta fé. É isso que o Mestre deseja ver em você, e não um derrotado que chora o tempo todo, confessando derrotas. Acorde! Somos autorizados a usar o Nome que está acima de todo nome (Fp 2.9). Não aceite nenhum sofrimento ou pecado. O que você fará agora?

Aqueles que viviam no erro têm encontrado o caminho do bem, mas os que deveriam vencer amargam cruéis sofrimentos. Veja se você não tem desejos pecaminosos no secreto do seu ser. Se os tiver, confesse-os e deixe o pecado que o afasta de Deus. Há pecadores do Oriente e do Ocidente assentando-se à mesa com Abraão, e Isaque, e Jacó, no Reino dos céus, e os filhos passando fome (Mt 8.11). Triste, né?

Por que continuar no rumo errado se isso o fará ser lançado nas trevas exteriores? Você é parte do povo escolhido para dar alegria a Deus e surpreendê-Lo com boas atitudes de fé. Ele está prontíssimo para lhe conceder a Palavra que o fará livre. Ele tem bens disponíveis para quem os pedir. O que você diz sobre isso? Vai aceitar?

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus da Palavra de poder! Como temos perdido bênçãos por não assumirmos o que nos pertence na fé em Jesus. Fomos chamados para ser parte da Tua glória, mas temos encontrado “coisas mais importantes” para fazer. 

Não podemos ficar distantes de Ti, pois o inimigo continua a nos manter sob a mão dele. Tu nos ajudarás e nos livrarás de todos os males, porém não temos sido zelosos em assumir o que é nosso e, por isso, sofremos derrotas.

Em o Nome de Jesus, amarramos os males que nos atacam. A partir deste momento, não haverá mais nada que nos oprimirá. Obrigado por colocares o diabo debaixo dos nossos pés. Agora, amarramos todo o mal e o expulsamos de nossa vida. Aleluia!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração