ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/06/2022 - FUJA DOS LAÇOS DE SATANÁS

  • Envie por Email
  • Imprimir
E habitareis conosco; e a terra estará diante da vossa face; habitai, e negociai nela, e tomai possessão nela.  Gênesis 34.10

Ouça a mensagem

É preciso conhecer a Palavra de Deus para se esquivar dos laços de Satanás. Até mesmo a Jesus o diabo sugeriu o que fazer nos momentos de necessidade. Sem dúvida, ele fará o mesmo com você (leia Mateus, capítulo 4). A proposta de Hamor seria aceita por quem ainda não conhece o Senhor, pois o que move os perdidos é a oportunidade de amealhar mais e mais. Porém, os servos de Deus só aceitam o que o Pai celestial lhes dá. Fuja das tentações para não sofrer!

Após um jejum prolongado, a natureza humana de Cristo reagiu como a nossa, mas Ele vigiou e não caiu na sugestão fácil do diabo. Assim relata a Palavra de Deus: E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome (Mt 4.2). A resposta do Mestre fez o inimigo perder a batalha. O Salvador disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus (v. 4). Aja como Jesus!

Precisamos conhecer as Escrituras, a fim de não cairmos nas tentações do maligno. Ora, se até o Mestre foi tentado, imagine nós! Ao nos ver em alguma falta, o adversário aparece com ideias que jamais devemos aceitar. O diabo sabia quem era Jesus, por isso citou o que estava escrito. No entanto, o Senhor nos mostrou como proceder, respondendo com a Palavra. Não use o seu argumento, e sim aquilo que diz a Bíblia, à qual o diabo não resiste (Ef 6.17).

O pai de Siquém franqueou toda a terra a Jacó, que havia comprado um pedaço dela para si e sua família. Hamor disse: E habitareis conosco. Não podemos ter comunhão nem habitar com quem não conhece o Senhor nem Lhe serve. O profeta Balaão falou a respeito de Israel e de nós também: Porque do cume das penhas o vejo e dos outeiros o contemplo: eis que este povo habitará só e entre as nações não será contado (Nm 23.9). O que você diz?

Hamor, que não soube criar o filho, empenhou a sua palavra a Jacó, dizendo que a terra estaria diante da face do patriarca. Será que Jacó trocaria as promessas de Deus por um pedacinho de terra? Por certo, não. Quem permite que situações contra a vontade de Deus prosperem continua nas mãos do diabo (Pv 15.27). Se o patriarca tivesse sido profano, aceitando tal oferta, macularia o plano de salvação, pois o Messias viria de sua família. Jacó teria negado a Palavra como fizera Adão (leia Gênesis, capítulo 3).

Para o homem mundano, importa quanto ele vai ganhar; agora, para o servo de Deus, é o quanto ele perderá (Mc 8.35). Somos herdeiros de uma herança eterna, que nunca sofrerá dano, como Pedro declarou: Para uma herança incorruptível, incontaminável e que se não pode murchar, guardada nos céus para vós (1 Pe 1.4). Quem troca a sua eterna recompensa há de lamentar muito pela eternidade. Seja firme na fé para não tomar prejuízo!

A proposta tentadora do pai de Siquém sempre é oferecida aos frágeis na sua fé em Cristo. Hamor disse: Habitai, e negociai nela, e tomai possessão nela. Por que deixar seu lar e embrenhar-se em uma aventura que o levará ao suplício eterno. Não importa o que o diabo diz, e sim o que o nosso Deus fala. Sempre fique com o Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor, nosso Libertador! Existem pessoas loucas no mundo que aceitam as ofertas do diabo, seja um pouco de ouro ou prazer. Pai, só almejamos aquilo que venha de Ti! Não nos interessa as palavras enganosas do diabo. Ajuda-nos, Deus! 

Por que Te trocar pelo derrotado Satanás? Ele irá para o lago de fogo e enxofre de onde jamais sairá. Nós iremos para o Teu Reino de glória e esplendor. Jamais daremos ao inimigo o gostinho de obedecer a ele, porque somos Teus. Obrigado por nos amares!

Não queremos conviver com quem não Te conhece, nem tomar um palmo sequer da terra dele. Aquilo que Tu tens para nós é suficiente para vivermos dignamente. Diante da nossa face está a Terra da Promessa. Nela habitamos, negociamos e tomamos posição!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração