ongrace.com

> Mensagem de Hoje

24/03/2011 - GLÓRIA E MAJESTADE DUPLICADAS

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Glória e majestade há em sua obra, e a sua justiça permanece para sempre” (Salmo 111.3).

    Toda pessoa que veio ao mundo é uma obra do Altíssimo, não importa se nasceu em um país considerado cristão ou não. Deus tem um plano maravilhoso para essa vida e, sem dúvida, Ele o cumprirá se ela escutar o que Ele diz. Desprezar alguém por qualquer motivo é uma afronta ao Criador, pois, como Ser perfeito, o Senhor não criaria ninguém por acaso ou para algum propósito sujo. Ao pregarmos o Evangelho para todas as criaturas, estamos colaborando para que o sonho divino se realize.
    Aquele que aceita Jesus como Salvador não o faz por acaso. A sabedoria divina levou essa pessoa a tomar a decisão mais sábia de sua vida. Por meio de um trabalho especial, realizado pelo próprio Deus, o homem é alcançado pela graça divina e, por isso, pode-se dizer que o seu valor é altíssimo. Levar alguém ao conhecimento da vontade do Pai é o trabalho mais lucrativo e importante que pode ser feito.
    Em ambas as obras, o nascimento natural e o novo nascimento, há glória e majestade do Altíssimo Deus Criador. O Senhor nunca economiza capacidade no que faz. Na criação, ao fazer o homem, o Onipotente usou toda a Sua sabedoria. Na recriação, Ele também não agiu de qualquer modo. Todo novo convertido é feitura de Deus, recriado em Cristo Jesus. Pelo trabalho que o Senhor tem de levar as pessoas à salvação, podemos concluir que somos importantes para Ele.
    O Criador de todas as coisas é o Deus justo. Quando o homem pecou, o Altíssimo teve de expulsá-lo de Sua presença. Então, para que voltássemos a ter comunhão com o Pai, Ele teve de enviar Seu único Filho, o qual sofreu pelos nossos pecados e morreu em nosso lugar (Gl 1.3,4). Hoje, não há nada mais a ser feito para que sejamos libertos das opressões e de todo o poder do inimigo. Basta aceitarmos Jesus como Salvador e vivermos de acordo com aquilo que Ele nos orienta pelas Escrituras. Para que isso se tornasse real, Deus fez Jesus cumprir toda a justiça a fim de nos dar a salvação.
    A justiça que o Altíssimo dispensou para fazer de nós, hoje, membros do Corpo de Cristo permanece para sempre. Mesmo que você tenha se desviado e feito o que o demônio queria, a justiça de Deus ainda está falando o seu nome perante o trono da Glória. Aproveite essa bênção e garanta a sua salvação eterna.
    Em Cristo, com amor,
    R. R. Soares

 

25/03/2011 - GLÓRIA E MAJESTADE DUPLICADAS

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Glória e majestade há em sua obra, e a sua justiça permanece para sempre” (Salmo 111.3).

    Toda pessoa que veio ao mundo é uma obra do Altíssimo, não importa se nasceu em um país considerado cristão ou não. Deus tem um plano maravilhoso para essa vida e, sem dúvida, Ele o cumprirá se ela escutar o que Ele diz. Desprezar alguém por qualquer motivo é uma afronta ao Criador, pois, como Ser perfeito, o Senhor não criaria ninguém por acaso ou para algum propósito sujo. Ao pregarmos o Evangelho para todas as criaturas, estamos colaborando para que o sonho divino se realize.
    Aquele que aceita Jesus como Salvador não o faz por acaso. A sabedoria divina levou essa pessoa a tomar a decisão mais sábia de sua vida. Por meio de um trabalho especial, realizado pelo próprio Deus, o homem é alcançado pela graça divina e, por isso, pode-se dizer que o seu valor é altíssimo. Levar alguém ao conhecimento da vontade do Pai é o trabalho mais lucrativo e importante que pode ser feito.
    Em ambas as obras, o nascimento natural e o novo nascimento, há glória e majestade do Altíssimo Deus Criador. O Senhor nunca economiza capacidade no que faz. Na criação, ao fazer o homem, o Onipotente usou toda a Sua sabedoria. Na recriação, Ele também não agiu de qualquer modo. Todo novo convertido é feitura de Deus, recriado em Cristo Jesus. Pelo trabalho que o Senhor tem de levar as pessoas à salvação, podemos concluir que somos importantes para Ele.
    O Criador de todas as coisas é o Deus justo. Quando o homem pecou, o Altíssimo teve de expulsá-lo de Sua presença. Então, para que voltássemos a ter comunhão com o Pai, Ele teve de enviar Seu único Filho, o qual sofreu pelos nossos pecados e morreu em nosso lugar (Gl 1.3,4). Hoje, não há nada mais a ser feito para que sejamos libertos das opressões e de todo o poder do inimigo. Basta aceitarmos Jesus como Salvador e vivermos de acordo com aquilo que Ele nos orienta pelas Escrituras. Para que isso se tornasse real, Deus fez Jesus cumprir toda a justiça a fim de nos dar a salvação.
    A justiça que o Altíssimo dispensou para fazer de nós, hoje, membros do Corpo de Cristo permanece para sempre. Mesmo que você tenha se desviado e feito o que o demônio queria, a justiça de Deus ainda está falando o seu nome perante o trono da Glória. Aproveite essa bênção e garanta a sua salvação eterna.
    Em Cristo, com amor,
    R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, me tornei evangélico a pouco tempo e gostaria que o senhor me indicasse a qual biblia devo comprar, pois sabemos que temos muitas, e não sei qual a melhor, a de...

A de mais fácil entendimento é a Nova Tradução na Linguagem de Hoje, da Sociedade Bíblica do Brasil. Quem já conhece as Escrituras, no entanto, não consegue se acostumar...

»VEJA MAIS