ongrace.com

> Mensagem de Hoje

21/10/2015 - INFELIZ DECISÃO

  • Envie por Email
  • Imprimir
O SENHOR cortará todos os lábios lisonjeiros e a língua que fala soberbamente. Salmo 12.3


Não dá para entender as atitudes das pessoas que se recusam a crer que haja um Criador e a Ele devemos respeito e obrigações. Sem dúvida, há um Ser superior ao homem, que deu origem a tudo o que existe tanto na parte material como na espiritual. Nós O conhecemos com Deus e Senhor e, por isso, tributamos a Ele reverência e santidade; do contrário, estaríamos alienados da Sua presença e fora da Sua área de proteção.

A rebeldia vem desde o início da criação. Ao ter Caim, Eva declarou, cheia de alegria, que havia alcançado do Senhor um varão, mas, na verdade, deu à luz o primeiro homicida do mundo. Em vez de fazer o sacrifício que agradaria a Deus, o primogênito da raça humana preferiu se rebelar contra a vontade divina. Com isso, o ódio entrou em seu coração e, com ele, veio o demônio homicida, o qual o fez matar seu único irmão.

O espírito de rebelião tem se mostrado como senhor no meio da humanidade e, por mais que preguemos a Palavra, sempre haverá gente que ache lindo ser diferente. Porém, ser diferente em relação a negar a Verdade e tornar-se rebelde à voz do Senhor é a maior insensatez. Temos de imitar Cristo e não provocar a Sua ira; assim, usufruiremos de tempos graciosos e provaremos do Seu grande e maravilhoso amor.

Quem acha que ganhará de Deus no grito, ou no silêncio, não sabe quanto mal está fazendo a si mesmo, pois, quando precisar dEle, a sua maldade o impedirá de ser atendido e ajudado. A falta de respeito para com o Criador leva a pessoa a experimentar o quanto o diabo é mau. O indivíduo que não vive submisso em amor ao Senhor não desfruta da paz, do amor nem da proteção celestiais. 

Aquele que se considera autor das próprias palavras não entende que elas foram inspiradas pela luz ou pelas trevas, pois não existe neutralidade na vida espiritual. Ora, se o que os seus lábios produzem têm origem no diabo, a sua semente é má e, por isso, você pode esperar uma má colheita, porque ninguém zomba de Deus (Gl 6.7). Aquele que almeja ter bons dias precisa refrear a sua língua, para não falar soberbamente, e oferecê-la como um instrumento da Verdade.

Negar o senhorio do Criador não o levará a parte alguma, mas confirmará a sua condenação ao suplício eterno. Por isso, é melhor se arrepender de toda decisão tola e voltar-se para os braços do Pai. Veja qual tem sido a sua atitude em relação à Palavra de Deus. Se estiver “no vermelho”, volte à comunhão do Altíssimo. Não queira estar nem por um segundo nas mãos do maligno.

Deus criou o Universo e o sustém pelo poder da Sua Palavra. Jesus é a pessoa da santíssima Trindade que fez tudo do nada e, com a Sua Palavra, controla os cem bilhões de astros em nossa galáxia – a Via Láctea. Alguns dizem que existem outros cem bilhões de mundos iguais ao nosso. Quanta estupidez é dita por quem não ama o Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Ó Deus! Erra a pessoa que se deixa ensinar pelo maligno e, com a boca cheia, rebela-se com palavras para Te ofender. Na verdade, ela acumula condenação para si mesma e, quando menos esperar, pagará uma pesada conta.

Agora, é bom saber que há quem aprenda Contigo! Por isso, a cada dia, essa pessoa descobre boas coisas que tens preparado para todos aqueles que Te servem e honram. A quem Te honra há honra da Tua parte. Que todos Te reconheçam como Deus, Amigo de todos.

Queremos prevalecer com a Tua Palavra, segundo a Tua vontade e submetendo-nos aos Teus ensinamentos. Os nossos lábios são Teus, para serem usados de modo exemplar. Assim, serás Senhor sobre nós e seremos gratos por sermos Teus servos!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário; falo em línguas estranhas,porém passados alguns minutos depois, eu não me lembro de todas as palavras,apenas algumas.Pergunto ao senhor; isso é normal?...

Sim, é normal, porque quem fala é o espírito, não a mente (1Co 14.14 e contexto). O objetivo de se orar em línguas é a edificação do espírito, não o bem-estar da...

»VEJA MAIS