ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/01/2018 - MARAVILHAS EXTRAORDINÁRIAS

  • Envie por Email
  • Imprimir
De sorte que até os lenços e aventais se levavam do seu corpo aos enfermos, e as enfermidades fugiam deles, e os espíritos malignos saíam. Atos 19.12


A unção concedida a nós pelo Senhor não é inferior a que Ele deu a Jesus. Deus ungiu Seu Filho com o Espírito Santo e poder para andar por todas as partes fazendo o bem e curando os oprimidos do diabo (At 10.38). O Salvador nos ordenou a pregar o Evangelho e a usar o Seu poder para fazer as mesmas obras feitas por Ele. Porém, se não crermos nas palavras de Jesus, passaremos os dias no ministério agindo como aqueles que se dizem de Deus e não o são.

Temos desperdiçado poder por não atentarmos às Escrituras. Se não mostramos aos perdidos a nossa diferença em relação aos líderes das mais diversas religiões, como saberão que o Evangelho é a Verdade? Ora, qual a razão de insistir em pregar algo ineficaz, se, um dia, daremos conta do que fizemos com a ordem do Mestre? Muitos estão esperando pelo surgimento dos servos de Deus.

Quem reclama da dificuldade de pregar o Evangelho precisa entender que a obra de Deus não é feita contando histórias, e sim demonstrando o poder dEle. Pregar sem os sinais é enganar as pessoas. Imagine se Jesus não tivesse usado a autoridade do Pai para curar enfermos, libertar oprimidos e realizar demais operações jamais vistas! As multidões O teriam seguido (Jo 6.2)? O Evangelho é o poder de Deus!

Naqueles dias, toda a região de Éfeso ficou agitada por causa do trabalho de Paulo. Os líderes das religiões estavam espantados, pois, a cada dia, viam as pessoas abandonarem seus templos e se converterem a Jesus. Alguns invejosos assistiam às reuniões do apóstolo e prestavam atenção ao que ele fazia, a fim de enriquecer às custas dos oprimidos. Porém, quem tentou fazer isso foi envergonhado e desmoralizado (At 19.13-17)

Hoje, na Igreja de Cristo, faltam pessoas que vivam a Palavra. Quem leva anos estudando nos seminários deveria passar algum tempo junto aos servos usados pelo Senhor. Isso faria um bem muito grande ao Evangelho e, então, essa pessoa não reclamaria dos dias maus ou do fato de os outros pensarem somente em bens materiais, por exemplo. Se a Verdade não for pregada, ninguém se libertará; logo, não se converterá nem frequentará uma igreja. Busque o poder!

Não há substituto para o Evangelho anunciado no poder do Espírito Santo. Há igrejas onde as pessoas são muito carismáticas e entendem tudo da Bíblia, mas cometem vários pecados e vivem sofrendo. Por outro lado, há casos em que, quando a Palavra é ministrada, demônios começam a se manifestar até nos oficiais da igreja, e estes deixam o caminho do erro e se voltam para o Senhor. Deus é o mesmo hoje!

Em Éfeso, até lenços e aventais do corpo de Paulo eram levados aos enfermos. Com essa atitude, as doenças fugiam deles, os espíritos malignos saíam, e o povo se reunia para adorar a Deus. Todos eram libertos. Onde isso é feito, nos dias de hoje, sem dúvida, a obra de Deus é realizada com tremendo sucesso.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai! Por que não fazemos a obra como Jesus nos ensinou, se essa ordem está nos evangelhos? O que ensinaste ao Teu Filho foi cumprido, e, com isso, a Tua obra foi grandiosa em Seus dias. 

Alguns pastores reclamam da falta de povo nas igrejas, mas será que eles pregam a Palavra genuína? Ora, muitos não têm interesse por Jesus porque o Evangelho não é anunciado como deve ser. A Verdade liberta!

Aviva essas vidas, Senhor! Temos de ser servos e não senhores da congregação. Tu tens poder para levar os perdidos a um encontro com o Teu Espírito. Tem misericórdia deles e renova-nos!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Paz do Senhor,missionario meu marido estava muito doente,e numa hora de muita aflicao busquei a palavra do Senhor e veioEzequiel 24-15. Levei um susto muito grande,mas...

Nesse texto, o Senhor Deus está usando o profeta Ezequiel para advertir o povo de Israel que Ele, o Senhor, permitiria que o Templo de Jerusalém fosse destruído, como de...

»VEJA MAIS