ongrace.com

> Mensagem de Hoje

23/08/2021 - NÃO NEGOCIE A ORDEM DIVINA

  • Envie por Email
  • Imprimir
Pareceu-me, pois, bem este negócio; de sorte que de vós tomei doze homens, de cada tribo um homem.  Deuteronômio 1.23

Ouça a mensagem

Não sabemos a razão de Moisés, um servo de Deus, ter ouvido os chefes das tribos de Israel, que pediram o envio de espias, a fim de verificar se Canaã era como o Senhor tinha falado. O erro deles foi não ter dado crédito ao Altíssimo. Quando Ele declara que fará algo, quem tem juízo assume isso como obra realizada. Aquele que duvida erra, pois, se não cumprir Sua ordem, jamais agradará ao Pai.

A Palavra é a Verdade, e nunca devemos nos preocupar em saber se ela é como o Criador disse ou não. Afinal, da Sua boca só sai o que é correto. Ao entender as Escrituras, faça conforme elas orientam. Sem dúvida, Deus não nos prometeria algo ruim. Ele é completo e perfeito em Seus feitos. Portanto, a nossa melhor decisão é obedecer ao Seu mandado.

Jamais podemos culpar o homem de Deus, mas, se deixarmos os medrosos nos sugerirem algo, tropeçaremos, porque ter medo não é ser perfeito no amor (1 Jo 4.18). Quando Ele fala, os ajuizados guardam Suas palavras no coração e agem segundo o poder que vem com elas. Ora, tudo o que o afasta da fé, e isso inclui viver amedrontado, é pecado, mesmo que ele tenha aparência de coisa boa. Só o Senhor é justo e verdadeiro.

Naqueles dias, ninguém sabia que o justo tinha de andar pela fé. Ao profeta Habacuque foi revelado esse princípio poderoso, o qual deve nos dar o impulso inicial e nos acompanhar durante o processo de recebimento da bênção. Ao entender a revelação, esse servo do Senhor clareou esse assunto: Eis que a sua alma se incha, não é reta nele; mas o justo, pela sua fé, viverá (Hc 2.4). A fé vem para a alma reta!

Moisés assume a sua culpa, dizendo que lhe pareceu boa a proposta feita pelos chefes das tribos de Israel. Tendo Deus dito que os levaria à Terra Prometida, eles e ninguém tinham de investigar se aquilo era certo ou não. Deveriam, sim, executar a ordem divina. Como o Senhor enganaria alguém, se Ele é a Verdade? Quando o início é errado, o fim será tenebroso. Moisés viu o povo se apavorar com a falsa notícia dos espias. 

O grande libertador chamou para si a responsabilidade de enviar os espias, dizendo que ele mesmo tomara os 12 que comporiam o grupo incumbido dessa missão. Se fosse um homem que tivesse prometido algo, não haveria nada demais em examinar se aquilo era como foi dito. No entanto, fazer isso com o Senhor é inadmissível. Quando Deus lhe falar algo, acredite!

Os israelitas não creram em Deus quando Ele falou que deveriam subir as montanhas dos amorreus e possuir a terra deles, pois Ele agiria em favor deles como agiu no Egito. Faraó teve de se dobrar perante o poder que Moisés demonstrou durante a execução das dez pragas. A ideia dos espias não veio do Todo-Poderoso, por isso a ira divina os levou a andar 40 anos no deserto. Misericórdia!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus amado! Os chefes das tribos pediram que fosse averiguado se a Tua Palavra era confiável! A incredulidade daqueles homens transmitiu medo aos hebreus. Por isso, tiveram de caminhar 40 anos no deserto. Queremos Te honrar sempre!

Calebe e Josué ficaram firmes sendo Tuas testemunhas. Confiaremos apenas naquilo que nos tens dito. Não toleraremos nenhuma força do mal agindo em nossa vida. Com firmeza, repreendemos as operações do reino das trevas!

Quem crer jamais ficará confundido, por isso declaramos que tememos e louvamos somente a Ti. Tu és o nosso Guia, então as más notícias nunca nos governarão. Não negociamos as Tuas ordens. Unicamente cremos!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, um pregador, estando em pecado, consegue ser usado para levar a Palavra ao resto da congregação? A Igreja fica prejudicada ao ouvir esta Palavra de alguém que...

Ninguém pode dizer ao Senhor Deus o que Ele deve ou não fazer. Ele é o Senhor Soberano e ponto final. A Bíblia diz que Ele usou ímpios como Nabucodonosor, Ciro e Dario...

»VEJA MAIS