ongrace.com

> Mensagem de Hoje

12/11/2012 - NÃO SE ENGANE

  • Envie por Email
  • Imprimir
Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer. Romanos 3.10


Mesmo sabendo que a Bíblia declara não haver um justo sequer, alguém sempre tenta excluir-se dessa declaração. Se uma pessoa vir algum defeito em nós, por exemplo, logo arranjaremos uma desculpa. Ora, o Senhor conhece tudo, e o melhor é não contradizê-Lo, assumindo que, de fato, não somos justos. Por isso, precisamos da graça divina para emendar nossos julgamentos e, desse modo, praticar a justiça, que é dever de todos.

Não há um que, por si mesmo, entenda o caminho do bem. É preciso pedir ao Onisciente que nos dê sabedoria para buscá-Lo. Jesus garantiu que quem busca encontra (Mt 7.7,8), mas a preguiça espiritual não nos deixa fazer tal pedido e impede-nos que nos esforcemos para encontrar a Verdade. Se não mudarmos, não nos realizaremos e, por conseguinte, viveremos abaixo do nível estabelecido para nós: a vida abundante (Jo 10.10).

O pecado cometido por Adão no Paraíso fez com que todos se fizessem inúteis (Rm 3.12). Ninguém consegue fazer o bem sem a ajuda divina. É preciso colocar a “barba de molho” e estar sempre atento, pois, ainda que você seja consagrado ao serviço do Senhor, um dia, sem que perceba, poderá ser usado para dar um mau conselho, mentir, trair ou praticar outro ato vergonhoso e provocar o sofrimento de alguém.

A garganta do homem não regenerado, ou que perdeu o temor do Senhor, é um sepulcro aberto (v. 13). Basta ele sentir que alguém pode atrapalhar seus planos, para abrir a boca e vomitar tudo o que o inimigo tem colocado em seu coração. A serpente coloca veneno debaixo dos lábios de tal pessoa, que só fala com malícia, não se importando com o prejuízo causado ao próximo, bem como a ela também. No Juízo, contudo, não haverá escape. 

Conhece-se o ímpio por meio do que ele fala, pois está sempre amaldiçoando alguém, ou suas palavras são sempre de amargura. Ele não tem consciência do mal ocasionado pelos seus atos, pois apenas se interessa pelo próprio bem-estar e o de seus familiares e amigos. Ele é rápido para descobrir o que quer e destruir vidas. Por isso, não é bom estar no caminho de uma pessoa dessas, que chega a se julgar boa e de Deus, pois esse é um dos tipos de opressão maligna mais difícil de se expulsar.

Se você examinar os caminhos de tal pessoa, verá que ela nunca realiza boas obras; pelo contrário, deixa atrás de si uma trilha de destruição e miséria. Ela não conhece o caminho de paz e felicidade; além disso, sofre por não respeitar a Palavra. Agora, é muito importante não descartar das nossas orações os que agem desse modo, mas combater espiritualmente por eles, com o propósito de livrá-los do fogo eterno.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração