ongrace.com

> Mensagem de Hoje

26/10/2009 - NÃO DEIXE A DOR SE AGRAVAR

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Com o silêncio fiquei como mudo; calava-me mesmo acerca do bem; mas a minha dor se agravou” (Salmo 39.2).

A atitude tomada pelo salmista agravou a sua dor. Mesmo sendo alguém consagrado à obra do Senhor, se o homem não vigiar, tomará certas decisões que farão a sua dor se agravar. Por outro lado, quem se decidir por obedecer às ordenanças divinas verá sua dor diminuir, afinal, para os sábios, sempre haverá portas abertas e, com o cumprimento da missão que lhes é outorgada, virá a recompensa.

Muitas atitudes que tomamos podem agravar os problemas que, porventura, estejamos enfrentando. Na verdade, todas as decisões fora da Palavra de Deus trazem dores (Provérbios 14.12). Se permanecermos na carne, veremos que o preço não compensa (Romanos 6.20,21). O melhor em todas as situações é cumprir o que Deus nos manda realizar. Ao nos chamar para certa obra, Ele está dando a nós o privilégio que não foi concedido a outra pessoa. Portanto, meu irmão, não fuja de nenhum chamado divino.

As tentações vêm para nos afastar do plano do Senhor. O diabo, sabendo que temos uma missão que redundará em recompensa, sempre aparece com suas estratégias, mas tudo o que vem do maligno deve ser rechaçado de pronto. Quem deixar a tentação aninhar-se em seu coração verá que sua dor foi intensificada. O certo é pedir a libertação daquilo que o tenta, pois tudo aquilo que advém do inimigo nos traz prejuízo (João 10.10a).

Quem fechar os ouvidos ao clamor dos miseráveis também se espantará com o que lhe sobrevirá (Provérbios 21.13). Ora, se o Senhor nos faz ouvir o grito daqueles que estão debaixo da pata do inimigo, então, fechar os ouvidos ao que escutamos é deixar o diabo cumprir seus maus e sujos propósitos. Faça tudo o que for possível para não cooperar com Satanás, pois quem o ajuda peca, e o salário do pecado é a morte (Tiago 4.17; Romanos 6.23).

Certa vez, no Getsêmani, os discípulos de Jesus não puderam velar com Ele nem por uma hora em oração, pois tinham os olhos pesados (Marcos 14.37). Fato semelhante tem acontecido com muitos filhos de Deus – e estes nem prestam atenção a isso. Há pessoas que, por exemplo, começam a orar e, logo, passam a bocejar, a sentir dor nos joelhos e a pensar em uma porção de coisas que precisam ser feitas. Então, param a oração, ligam a TV e, por horas, assistem a algum programa sem nem sentirem mais sono nem necessidade de fazer o que, na hora do clamor, parecia ser tão necessário.

Muitos não têm podido acompanhar o Mestre em Sua obra por ter os olhos postos nos prazeres da carne, na fascinação da riqueza e nos cuidados do mundo (Mateus 13.22). Fuja disso! Se for necessário tomar prejuízo, tome, mas não deixe de fazer o que o Senhor ordena, ou sua dor irá agravar-se muito. Agora mesmo, decida-se por obedecer a Deus e fazer o que Ele o chamou para realizar.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Recentemente, em todos os templos da Igreja Universal, foi exibido um aúdio onde supostamente pessoas gritavam e gemiam de dor. Na ocasião, os Bispos e Pastores explicaram...

Não seria mais apropriado fazer esses questionamentos a quem promoveu a exibição desse áudio? Quanto à natureza do inferno, concordo que faça parte do mundo espiritual,...

»VEJA MAIS