ongrace.com

> Mensagem de Hoje

28/07/2009 - NÃO DESPREZE NEM JULGUE

  • Envie por Email
  • Imprimir



“O que come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu” (Romanos 14.3).

Usos e costumes sempre atrapalharam o progresso espiritual de muita gente, afinal, não é por meio deles que o homem obtém seu aprimoramento. Fique apenas com o que o Senhor lhe deu e tenha muito cuidado para não cair na carne. Para isso, jamais se desligue de Jesus.

Desde o início da primeira igreja cristã, o povo de Deus tem enfrentado lutas com quem acha que certos hábitos judaicos devem fazer parte do culto cristão. Isso tem sido motivo para dissidências, inimizades, brigas e acusações mútuas. Porém, aqueles que ainda não são maduros espiritualmente fazem de seus usos e costumes razão de fé, chegando a acreditar que quem não segue as doutrinas de sua igreja está condenado ao sofrimento eterno.

Em meio às religiões, vê-se que a luta do homem para agradar à divindade tem ido cada vez mais além, podendo até mesmo chegar à loucura – o que, por exemplo, aconteceu na Idade Média, quando, usando o “Nome de Deus”, a Igreja torturou e matou milhares de pessoas. O pior é que muitos creem que agir dessa forma é aprimorar a fé. Então, em nome do “amor”, já fizeram muitas vítimas, as quais, talvez, amassem mais o Senhor do que eles. É muito simples resolver essas questões: basta seguir o que a Palavra de Deus declara!

Paulo precisou advertir os gálatas, que estavam voltando aos rudimentos fracos, por exemplo, quando guardavam certos dias, meses etc. (Gálatas 4.9,10). O apóstolo disse também que os de pouco entendimento só comem legumes (Romanos 14.2). Ora, o Senhor, ao mandar Pedro entrar na casa de Cornélio, o centurião romano, ordenou que ele matasse e comesse justamente todos os animais que a Lei proibia (Atos 10.9-16). Isso é mais do que suficiente para entender que todo alimento é limpo. Perigoso é o cristão esquecer-se de que foi chamado para servir a Deus, e não aos preceitos humanos.

Muitos se atêm a proibições do Antigo Testamento que nem valem mais para nós (Atos 15.28,29) e querem fazer com que o povo do Senhor as guarde. Tais pessoas estão passando do espírito para a carne (Gálatas 3.3-5). O mais grave é que isso tem uma importância maior do que pensam, pois podem fazer com que muitos se afastem de Jesus (Gálatas 5.4).

Agora, erra tanto a pessoa que, por exemplo, não vê nada de mais em comer carne – e não guarda os outros preceitos da Lei – quanto aquela que não consome carne e guarda o que a Lei prescrevia para o povo do Antigo Testamento. No versículo que estamos estudando hoje, o apóstolo nos mostra que não devemos desprezar nem julgar tanto um quanto outro. O importante é saber que nós somos de Jesus. O melhor mesmo, meu prezado irmão, é nunca nos desligarmos de Cristo, quer sejamos fortes ou fracos na fé.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Olá Missionário, gostaria de saber o destino da alma após a morte aqui na terra, pois o espírito volta a Deus, e a alma fica aguardando em algum lugar, ou também vai junto...

A alma sintetiza nossos sentimentos e emoções. É a parte "psicológica" do nosso ser e, como tal, será restaurada na ressurreição do corpo (1Co 15). O espírito, que é o...

»VEJA MAIS