ongrace.com

> Mensagem de Hoje

04/03/2018 - O ANO DO JUBILEU

  • Envie por Email
  • Imprimir
A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes. Isaías 61.2


Em Israel, a cada sete semanas de sete anos – portanto, 49 anos –, a vida recomeçava. Era o tempo da libertação dos servos, da devolução das terras aos seus legítimos donos e do perdão das dívidas. Quem comprasse uma propriedade pagaria o valor proporcional aos anos até vir o tempo do jubileu. Essa era a lei do Senhor para que não houvesse pobres na Terra da Promessa. Além de ajudar os que não tinham boa cabeça e se endividavam, era símbolo do verdadeiro Jubileu.

Isso era tão sério, que foi uma das razões de Deus enviar Seu Espírito sobre os Seus. Sem a unção divina, o povo sempre será oprimido pelo inimigo, mas os que recebem o Espírito Santo e a consequente unção que quebra todo o jugo têm a obrigação de anunciar a todos que possuem a autoridade para libertá-los das obras do diabo. Quando procurados pelos sofredores, os servos do Altíssimo devem usar tal autoridade e livrá-los do mal.

Como servos do Senhor, temos a obrigação de apregoar o ano do jubileu às pessoas. Assim como Jesus supria as necessidades delas, precisamos usar o poder que Ele nos deu e fazer o mesmo. Então, colocaremos em liberdade os oprimidos por dívidas, aqueles que perderam os bens ou estão doentes. Pregar o Evangelho é dar a todos a oportunidade de recomeçar, sem deixar um sequer nas mãos do diabo. Isso é obra de Deus!

Este é o tempo de o Senhor exercer a Sua vingança contra as trevas. Ele faz isso ao responder a ordem que damos contra o que o diabo faz na vida das pessoas. Quem pertence ao Corpo de Cristo e é batizado no Espírito Santo tem de agir com total confiança no fato de que o poder do Altíssimo honrará a repreensão que ele deu em o Nome de Jesus. Não temos de ordenar ao poder de Deus que faça algo, e sim ao diabo que bata em retirada!

A palavra usada pelas Escrituras para o agir de Deus em nosso meio é vingança, domínio sobre as forças do mal. Temos vários motivos para viver na presença divina, e um deles é utilizar a unção dada pelo Senhor para fazer a obra dEle. Essa é a autoridade conferida a todos os nascidos de novo, os quais aceitaram Jesus como Salvador, foram batizados nas águas e receberam o batismo no Espírito Santo. Esse mandamento pesa sobre os salvos!

Usando o poder do Nome de Jesus para libertar os oprimidos, damos à Palavra a atenção que ela merece. Não adianta dizermos que amamos a Deus, se não temos nem guardamos os Seus mandamentos. O Senhor não quer ver ninguém triste, frustrado e dominado por sentimentos mesquinhos ou maus. Para viver bem, o homem precisa da consolação concedida por Ele a quem crê em Suas promessas.

A partir de hoje, nunca se esqueça de que estamos no Ano do Jubileu – da devolução de tudo o que foi tomado pelo inimigo. O Senhor está executando a Sua vingança e consolando as pessoas por nosso intermédio. Se nos calarmos, muitas se suicidarão, irão se entregar aos vícios e viverão na promiscuidade, na miséria e em grande sofrimento. É hora de agir!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor do Ano do Jubileu! Tu tens sido bom para conosco, ensinando-nos a dar ao próximo a liberdade prometida em Tua Palavra. É bom ver os sofredores libertos e tornando-se verdadeiros vitoriosos. É maravilhoso viver nestes dias!

Somos Teus instrumentos para a Tua vingança ser completa sobre o mal. O maligno tem destruído milhares de pessoas. Quantas estão atrás das grades, por causa de alguma obra do diabo para a qual não souberam dizer não! Ajuda-as!

Ao sermos consolados por Ti, somos feitos ministros do Novo Testamento. Assim, temos condições de dar aos aflitos o mesmo consolo com que fomos consolados. Isso não é opção, e sim a Tua ordem a ser cumprida. Senhor, precisamos agir. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

No passado, fiz um aborto. Posteriormente, conheci a Jesus e fiquei ciente da Verdade. Hoje, arrependida por ter praticado tal crime, gostaria de saber se Deus concede o...

O único pecado que não tem perdão é o pecado contra o Espírito Santo. Para o seu caso a Bíblia fala: Mas Deus, não tendo em conta aos tempos da ignorância, anuncia...

»VEJA MAIS