ongrace.com

> Mensagem de Hoje

06/09/2017 - O DESTINO FINAL DOS TRAIDORES

  • Envie por Email
  • Imprimir
E, por isso, assim diz o SENHOR: Da cama, a que subiste, não descerás, mas sem falta morrerás. Então, Elias partiu. 2 Reis 1.4


Elias desconhecia o fato de Deus ter outra missão importante para ele cumprir e também nem sabia por que se achava onde o anjo do Senhor lhe enviara. No entanto, como sempre realizava os desafios dados pelo Altíssimo, ele logo obedeceu. Jamais se insurja contra o Senhor, achando que Ele não lhe deu alguma tarefa e ou o levou a certo lugar. Afinal, quando tudo estiver pronto, Ele lhe dirá como proceder. Então, sirva-Lhe com alegria.

Acazias, filho de Acabe, sucedeu a seu pai e reinou apenas um ano. Apesar de seu nome significar de quem Jeová é Senhor, ele era adorador de Baal. Um dia, o rei caiu da janela de um quarto alto e ficou muito enfermo. Em vez de procurar Aquele que havia mostrado ser o verdadeiro Deus, quando Elias acabou com os 450 profetas de Baal e os 400 do poste-ídolo, Acazias teimou em procurar Baal-Zebube, o senhor de Ecrom (2 Rs 1.2).

O anjo do Senhor mandou Elias subir para se encontrar com os mensageiros do rei de Samaria e lhe dizer: Levanta-te, sobe para te encontrares com os mensageiros do rei de Samaria e dize-lhes: Porventura, não há Deus em Israel, para irdes consultar a Baal-Zebube, deus de Ecrom? E, por isso, assim diz o SENHOR: Da cama, a que subiste, não descerás, mas sem falta morrerás (v. 3,4). Quem despreza o único Deus, mesmo conhecendo as provas que Ele deu de Si mesmo e dos falsos deuses, não tem mais jeito.

É gravíssimo deixar a Fonte de Vida para adorar o diabo em suas manifestações. Quem fizer isso será envergonhado e perecerá. Os homens do rei voltaram e contaram-lhe o acontecido (v. 5). Ele deveria ter meditado e se lembrado do feito de Elias no monte Carmelo, ao provar a existência de um só Deus. Porém, na sua insensatez, Acazias se achou em condições de dar uma lição em Elias e mandou que levassem o profeta até ele.

Muitas pessoas nunca se emendarão, embora saibam que enfrentarão a condenação eterna e serão enviadas ao suplício interminável. Elas se parecem com os embriagados, os quais não sentem o ardor do chicote. No entanto, ao perceberem que foram condenadas ao Inferno e jamais sairão de lá, elas se desesperarão, assim como aconteceu com o rico, ao pedir a Abraão que Lázaro, o mendigo leproso, molhasse o seu dedo na água e o refrescasse (Lc 16.24).

Após ter dado a lição no rei – o qual enviara três capitães com 50 soldados cada –, e ordenado que descesse fogo dos céus e consumisse os dois primeiros com os soldados, porque não respeitaram a unção do Alto sobre ele, o profeta poupou o terceiro destacamento enviado, pelo fato de ter se dirigido piedosamente ao homem de Deus, e foi ao encontro do rei. Por fim, diante de Acazias, Elias repetiu a sentença divina, e o rei morreu (1 Rs 1.10-17).

A morte alcançará todas as pessoas, porém o destino eterno dependerá da decisão de cada uma. As nascidas de novo se livrarão da condenação. Porém, as rebeldes amargarão o sofrimento permanente e constatarão que foram tolas o bastante ao recusarem a oferta celestial.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus infalível! Embora milhões de pessoas sofram pelo mundo, porque não se dobram diante de Ti, muitas continuam no erro. Infelizmente, não terão outra oportunidade de se salvarem. Eles insistem em pecar e se perderão!

Acazias sabia do ocorrido no monte Carmelo, mas deu as costas para Ti. Com isso, não se arrependeu e, como resultado, não obteve o perdão de seus pecados para escapar da ira vindoura. Por isso, o diabo o derrubou e o fez buscar orientação no falso deus Baal-Zebube. Coitado!

A sentença para os impenitentes está lavrada, mas, mesmo assim, a oportunidade de se salvar é dada a todos. Porém, tristemente, temos de admitir que a cegueira espiritual impedirá milhões de pessoas de serem felizes eternamente. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração