ongrace.com

> Mensagem de Hoje

12/04/2020 - O EVANGELHO DIVIDE O POVO

  • Envie por Email
  • Imprimir
E dividiu-se a multidão da cidade: uns eram pelos judeus, e outros, pelos apóstolos. Atos 14.4


O propósito de Deus em nos levantar para pregar o Evangelho, mesmo quando somos considerados a escória do mundo, é salvar aqueles que só escutarão a Palavra vendo o nosso nome e sangue caídos no chão. Deus não prometeu dar a quem Lhe serve uma vida isenta de perseguições, problemas e dores (Jo 16.33). Porém, Ele nos concedeu poder para anularmos os sofismas do maligno e arrancarmos do fogo alguns que se perdem.

Apesar de Paulo e Barnabé estarem fazendo o bem, levando a mensagem do Céu às pessoas em Icônio, eles viram a fúria dos judeus incrédulos se virar contra eles e ameaçar-lhes a segurança. No entanto, sabendo da nobreza do trabalho que faziam na Ásia menor, não temeram o que lhes poderia acontecer. Eles viram a cidade se dividir em duas: uns acreditavam nos judeus e outros, nos apóstolos.

Jesus afirmou: Vim lançar fogo na terra e que mais quero, se já está aceso? (Lc 12.49). O que Cristo veio fazer não era obra de políticos, os quais tentam se juntar com seus opositores, e sim uma declaração de guerra àqueles que não entendem o que os levará à perdição. Isso os impede de conhecerem o grande feito do Salvador na cruz. É tempo de empenharmos forças pregando o arrependimento e a fé em Jesus.

Definitivamente, o Evangelho não é para tímidos, covardes nem carnais. Ele se destina a pessoas que pensam na felicidade eterna. Ora, quem deixa de anunciar o amor de Deus pode vir a não provar desse amor. Por que há lugares no mundo onde a mensagem do Senhor não é aceita, mesmo só falando de amor? Porque o inimigo tem feito das pessoas suas servas e, por isso, luta com todo o seu poder para levá-las à condenação.

O alvo havia sido cumprido: levar aquela cidade pagã a se dividir. Bom seria se os seus moradores tivessem aceitado o caminho do bem. Porém, alguns preferiram ficar com os judeus. Como antes da chegada dos apóstolos não havia nenhum salvo, e muita gente naquele momento tinha passado para o lado deles, parte da missão estava cumprida. O alvo estava pela metade. Com tristeza, reconhecemos que muitos se perderão para sempre!

Jesus disse: Porque, daqui em diante, estarão cinco divididos numa casa: três contra dois, e dois contra três (Lc 12.52). Veja que a dissensão estava prevista. O pai estaria dividido contra o filho, e o filho contra o pai; a mãe contra a filha, e esta contra a mãe. Com o tempo, servindo a Deus e lutando para dar bom testemunho, a igreja consegue salvar toda a família. Bem afirmou Paulo ao carcereiro, dizendo que a bênção era para ele e sua casa (At 16.31).

Temos muito trabalho pela frente. A luta é árdua, e não temos de buscar enriquecimento, pensando que ficaremos para sempre aqui. É nosso dever mostrar que há plena salvação em Jesus. Não podemos formar grupos como se a vida aqui na Terra durasse pela eternidade. O Mestre está voltando, e precisamos estar preparados para subirmos com Ele.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares.

 

 

Deus da divisão eterna! O Mestre disse que dois grupos estarão diante dEle na Sua volta. A divisão será eterna, sem a possibilidade de ser modificada por orações que alguns farão, porque as pessoas serão julgadas quando ouvirem a Palavra.

Isso é sério! Aqueles de bom coração Te recebem com alegria e amor. A pessoa que não Te dá atenção, mesmo sabendo que o Salvador está batendo à porta e não a abre, sela sua condenação. Misericórdia para ela!

Que possamos ter a capacidade de salvar alguns, arrebatando-os do fogo. Não podemos aceitar que aqueles que amamos se deixem enganar pelo maligno e se percam para sempre. Suplicamos: tem compaixão dos perdidos. Ajuda-nos, Senhor!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Pratiquei ioga por alguns anos, e o efeito sobre o físico foi muito bom, principalmente em termos de alongamento e flexibilidade. Porém, parei com a prática, porque me...

A Bíblia nos ensina a não fazermos coisa alguma sem que nossa fé esteja pronta para aprovar (Rm 14.22). A Palavra diz claramente que tudo o que não provém de fé é pecado...

»VEJA MAIS