ongrace.com

> Mensagem de Hoje

10/07/2016 - O FINAL DA ORAÇÃO DA FÉ

  • Envie por Email
  • Imprimir
Ah! Deus nosso, porventura, não os julgarás? Porque em nós não há força perante esta grande multidão que vem contra nós, e não sabemos nós o que faremos; porém os nossos olhos estão postos em ti.   2 Crônicas 20.12


Após ter feito a oração de acordo com as promessas de Deus, Josafá questionou o Senhor, perguntando se Ele não julgaria a confederação de nações formada para atacar Judá. É evidente que o Altíssimo não deixaria de atender ao clamor que Ele mesmo ensinara. Quem segue o ensinamento divino jamais se arrepende de ter dado crédito a Quem não deixará de honrar a Sua Palavra.

O rei falou a verdade e confessou que seu povo não tinha força suficiente para enfrentar a grande multidão que viria sobre aquele reino. Não há como a mão de Deus deixar de agir em favor dos salvos, desde que eles continuem a confiar nEle e peçam a Sua intervenção. Isso ocorreu no passado bíblico, mas também ocorrerá hoje, em qualquer lugar onde o povo do Senhor fizer uso do seu direito de viver de modo abundante e confiante.

Sem a orientação do Alto, ninguém sabe como proceder. Além disso, não se pode dizer a Deus o que Ele deve fazer, mas, sim, esperar pela Sua santa direção. Então, Ele levantará alguns dos Seus filhos para tranquilizar o povo escolhido. Ainda que fosse necessária uma obra majestosa, Ele não Se recusaria a cumprir Suas promessas. Não há nada difícil para o Altíssimo, contanto que o Seu povo creia e permita que Ele opere.

Josafá finalizou o seu pedido dizendo que os olhos dos judeus estavam postos no Senhor. O bonito foi que todo o reino se manteve de pé perante Deus, pronto para ouvi-Lo e segui-Lo. Sempre devemos terminar a oração com a afirmação da nossa fé, dada no momento em que crermos. Portanto, fique atento para não sair das instruções que lhe serão fornecidas. Amém?

É evidente que o homem pensa uma porção de coisas, mas é importante observar o que o Senhor diz e cumpri-lo. As palavras que saem da boca do Pai celeste carregam o peso da Sua honra e do Seu poder. Tudo o que Ele declarou se cumprirá. Assim, não precisamos temer as Suas ordens. Mesmo que Céus e Terra passem, as Suas palavras não passarão (Mt 24.35). O Senhor é fiel hoje e para todo o sempre!

A união na oração e, depois, na espera da resposta é de suma importância, porque mostra que todos concordam que a operação divina é o que interessa. O momento era bem ameaçador; então, aquele povo orou com todo o coração e esperou pela resposta celestial, a qual não falha. Depois de termos feito a nossa parte, devemos confiar que a resposta chegará, de acordo com a fé que o Altíssimo nos concedeu ao pedirmos.

Os israelitas selaram a oração, mostrando que criam no Senhor. Assim, naquele momento, por terem orado e confiado nEle, Deus revelou o que deveriam fazer. Em um abrir e fechar de olhos, aquele povo entendeu o recado divino.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

 

Deus que julga! Josafá Te perguntou se julgarias a causa de Judá, o qual estava em grande apuro. Os judeus não aceitavam o Teu silêncio, pois a Tua promessa falava alto ao coração deles.

Tu eras o Deus deles e, por isso, Te procuraram. Tu és o nosso Deus e, portanto, pedimos a Tua ajuda, pois precisamos lidar com a obra do inimigo tramada contra a nossa vida. Porém, Tu podes dar fim ao ataque maligno.

Como eles, não sabemos como proceder, a menos que nos digas. Também temos os olhos fitos em Ti, esperando o Teu mover. Socorre-nos e, no final, daremos a Ti o crédito pela libertação! 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário já sou batizados nas águas mas não consigo falar em línguas dos anjos, consigo profetizar, mas falar em linguas não, o que falta em mim para falar a línguas...

Não fique ansioso com isso, pois será conseqüência natural de seu envolvimento com o Espírito Santo. Não queira compreender ou controlar o falar em línguas, simplesmente...

»VEJA MAIS