ongrace.com

> Mensagem de Hoje

17/05/2010 - O MAIS ESCLARECIDO DOS PROFETAS

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Visão de Isaías, filho de Amoz, a qual ele viu a respeito de Judá e Jerusalém, nos dias de Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá” (Isaías 1.1).

O profeta Isaías exerceu seu ministério por mais de seis décadas, durante o reinado de quatro reis Judá: Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias. Isaías é considerado pelos estudiosos das Escrituras como o mais esclarecido dentre os profetas usados para escrever o Santo Livro. Seus contemporâneos, provavelmente, tiveram a oportunidade de desfrutar do relacionamento que esse servo tinha com o Altíssimo.

Isaías, ao falar sobre a visão que teve, faz um resumo do que lhe foi falado durante os reinados daqueles quatro governantes. Seu livro é bem profundo, mas é importante ressaltar que o profeta não se deteve a escrever os fatos do dia a dia, mas, sim, o que era relevante para a nossa instrução. De fato, tudo o que viu foi a respeito do povo do Senhor e da cidade santa. Ora, sabendo que as pessoas usadas pelo Altíssimo para registrar Sua Palavra foram movidas pelo Espírito Santo, podemos entender que seus relatos são tão somente as revelações de Deus.

Nos dias do rei Uzias, Isaías teve uma visão divina, a qual mudou completamente sua vida. É uma pena sabermos pouco sobre Uzias, que governou durante 52 anos em Jerusalém, mas a visão que o profeta teve é cheia de ensinamentos. Nela, ele viu um anjo pegar uma tenaz e, com ela, tirar do altar uma brasa viva, bem como tocar em seus lábios para que a sua iniquidade fosse tirada (Isaías 6).

O rei Jotão aproveitou o bom exemplo de seu pai “e fez o que era reto aos olhos do SENHOR, conforme tudo o que fizera Uzias, seu pai, exceto que não entrou no templo do SENHOR, e ainda o povo se corrompia” (2 Crônicas 27.2). Jotão se tornou poderoso por dirigir os seus caminhos segundo a vontade do Senhor.

Já Acaz foi um dos estúpidos governantes que Judá teve, pois, mesmo tendo em seus dias um servo do Senhor como Isaías, ele preferiu desviar-se do verdadeiro Caminho, entregando-se à feitiçaria. Ele, inclusive, foi capaz de queimar o próprio filho para ganhar a simpatia dos demônios (2 Reis 16.2). Sobre a adoração a falsos deuses o profeta escreveu no capítulo 44, dos versículos 16 ao 20.

Quanto a Ezequias, foi um dos melhores governantes de Judá, extremamente abençoado por intermédio de Isaías, que, várias vezes, teve atuação marcante em seu reinado. Foi o profeta quem uniu sua fé à do rei quando Senaqueribe sitiou Jerusalém e ameaçou destruir toda a cidade. Como resultado, um anjo de Deus, em uma noite, exterminou 185 mil soldados dos assírios, dando livramento ao povo do Senhor (2 Reis 19.35).

O ministério de Isaías, descrito nas Escrituras, ensina-nos que a visão que lhe foi dada dizia respeito ao povo de Deus e à cidade santa. Meu irmão, como fez o profeta, você também tem permitido que o Senhor o use na obra dEle? Ou será que você é o único a quem o Pai não destinou uma missão? É bom acordar desse “sono”, pois, mais breve do que julgamos, um dia, estaremos diante do Rei e concluiremos se, de fato, servimos ou não a Ele.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Sou evangélica há dois meses e fico impressionada com os sonhos que tenho durante a noite. Geralmente, sonho comigo em um local deserto ou com muitas cobras. Por que isso...

O Senhor Deus é sábio e, por isso, Ele jamais buscaria transmitir a você um recado que não pudesse ser entendido. Ele proíbe adivinhações, como percebemos em toda a...

»VEJA MAIS