ongrace.com

> Mensagem de Hoje

21/03/2020 - O MESMO SENTIMENTO NO SENHOR

  • Envie por Email
  • Imprimir
Rogo a Evódia e rogo a Síntique que sintam o mesmo no Senhor. Filipenses 4.2


Para que o Evangelho seja pregado em todo o mundo e aceito pelos perdidos, é necessário que, nos salvos, haja o mesmo sentimento que houve em Cristo. Apesar de Seu caráter divino, Ele não impõe Sua vontade pela força, e sim pela nossa oração e segundo as Escrituras. Não há como ser diferente, a menos que duvidemos de que o propósito do Senhor sempre é o melhor para a Igreja e cada um de nós.

A Palavra diz que Jesus, subsistindo em forma de Deus, não julgou que o ser igual a Deus fosse coisa de que não devesse abrir mão (Fp 2.6 – TB). Ele Se despiu de Suas prerrogativas celestiais e veio como um bebê humilde, indefeso e inocente. Não Se deixou levar por um dos Seus discípulos, que, ao vê-Lo falar do que Lhe sucederia, quis repreendê-Lo. Cristo foi firme com Pedro, mostrando quem estava por trás daqueles “conselhos”.

Tendo o mesmo sentimento no Senhor, não acrescentaremos nada ao que Ele nos disse nem o diminuiremos. Não daremos ouvidos às ideias contrárias, partindo de quem quer que seja, nem mesmo dos que atuam como juízes nos tribunais. Tudo o que contradiga a revelação bíblica é anátema. Vigie e ore!

O rei Josafá enfrentou um grande perigo com os amonitas, moabitas e os da montanha de Seir, e mais alguns que se uniram contra ele. A julgar pela multidão e pelo estado de espírito com que se ajuntaram, esses tais destruiriam Judá. Ele reuniu o povo para suplicar ao Todo-Poderoso que os livrasse daqueles inimigos. A resposta do Senhor era que O louvassem, e Ele faria a guerra. A união do Seu povo com a palavra recebida de Deus lhes garantiu a vitória.

Qualquer general, ainda que fosse do menor país do mundo, teria rido da orientação do rei de Judá aos seus compatriotas. Porém, eles se ajuntaram com base no que lhes fora dito e, diante do inimigo, começaram a louvar a Deus. O resultado não podia ser outro, pois, quando o Senhor dá a direção, a obra já está feita. Enquanto louvavam, amonitas, moabitas e demais oponentes se estranharam e começaram a se destruir.

Nenhum membro da igreja pode ter outras revelações, porque o Senhor não muda. Quando há o mesmo sentimento entre o líder e a congregação, a obra do Pai avança, e o povo santo prospera, as operações sobrenaturais de Deus ocorrem com cada um dos membros, a santidade reina entre eles, e o Espírito Santo consegue dirigi-los como Deus deseja. Isso nos unirá como um só rebanho, dirigidos pelo único Pastor.

Paulo usou o verbo rogar, pois, como líder espiritual, ele lhes ensinara a serem educados uns com os outros. O apóstolo disse que não devemos ser um grupo de insubordinados. Quando o Comandante da obra é aceito por todos, só se ouve falar de boas coisas. Porém, ao surgir a rebelião, logo aparecem “pregadores” enviados pelo diabo para não chegarmos a lugar algum. Devemos nos submeter a Deus, o qual deseja nos conduzir em triunfo. Afinal, Ele é o Líder!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor do mesmo sentimento! Aprendemos que Jesus, sendo igual a Ti, não impôs Sua vontade, mas deixou para Ti o ato de julgar todas as coisas e decidir sobre o que é bom ou não para nós. Ensina-nos a andar em obediência!

Colocamo-nos sob a Tua direção, a fim de nunca atrapalharmos a Tua linda obra, fazendo o que é melhor para a igreja e para nós em particular. Que o Teu propósito seja o nosso e o Teu amor, o árbitro em nosso coração. Ajuda-nos a Te servir!

Por que iríamos colaborar com o maligno, trazendo divisão à Tua casa, se tens declarado o quanto é bom que Teus filhos vivam em união? Não desejamos possuir algum título na Tua casa, a não ser o de servos. Nós Te honraremos!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Tenho lido seus livros e assistido aos seus programas pela TV e cooperado financeiramente para a continuidade do seu ministério. Leio também publicações relativas ao...

Li um ou outro dos seus livros, muito pouco para formar uma opinião pessoal. Nesse caso e no de todos os outros autores humanos que leio, aplico sempre o princípio da...

»VEJA MAIS