ongrace.com

> Mensagem de Hoje

19/04/2010 - O MESMO TIPO DE FÉ

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que conosco alcançaram fé igualmente preciosa pela justiça do nosso Deus e Salvador Jesus Cristo” (2 Pedro 1.1).

Simão, servo e apóstolo de Jesus, agia com a mesma fé preciosa que  conseguimos alcançar hoje. De fato, a nossa fé opera em nós do mesmo modo que, no passado, operou na vida dos heróis de Deus.

Pedro conseguiu a maior qualificação que um ser humano pode ter: a de servo de Cristo. Ele, que recebeu o ministério de apóstolo, afirma que alcançamos a mesma fé; afinal, o Altíssimo não tem vários tipos de fé para conceder aos Seus. Não existe a possibilidade de que, para alguns, Ele ofereça uma fé fraca e, para outros, uma robusta. Ora, a fé é igual para todos os que são chamados para serem membros de família divina! No entanto, o que diferencia é a ação que empreendemos com a fé que nos é concedida.

Não devemos somente dizer que somos servos de Deus, mas viver esse privilégio. Servir ao Criador de todas as coisas e Senhor absoluto em todo o Universo é a maior benesse que nos é dada, pois, aonde Ele nos enviar para fazer a Sua obra, estaremos atuando em Seu Nome, tendo o Seu poder operando em nós e em nosso favor. Assim, o inimigo jamais irá derrotar-nos.

Segundo Pedro, recebemos uma fé preciosa, pois, nela, o Senhor colocou tudo aquilo de que venhamos a precisar. Isso quer dizer que não temos de achar que a nós foi dada uma fé débil; ao contrário, ela nos foi concedida com toda a capacidade divina. Então, meu irmão, independente da batalha que tenha de travar, não deixe Satanás enganá-lo e nunca diga que você não tem condições para realizar a vontade do Pai.

Na época em que a Bíblia estava sendo redigida, os servos de Deus ousaram acreditar que haviam recebido uma fé capaz de lhes dar a vitória e, procedendo corajosamente, não deram atenção ao que o adversário lhes sugeria. Agindo assim, sabiamente, destacaram-se no uso da fé e lograram êxito em todas as batalhas enfrentadas, realizando diversos prodígios, como, por exemplo, o de tirar do fogo o poder de queimar (Daniel 6).

Tudo isso acontece pelo ato de justiça de Jesus, que, ao Se entregar para sofrer os nossos pecados, pagar a nossa culpa e derramar Seu sangue a fim de nos conceder nossa justificação e salvação, Ele foi recompensado com toda a autoridade nos Céus e na Terra (Mateus 28.18). Ao chamá-lO de Salvador e Deus, Pedro não estava desmerecendo o Pai, pois Eles são um só.

Ainda hoje, o Senhor espera que os Seus servos ajam como fizeram os do passado, os quais não olharam para as circunstâncias, que, muitas vezes, eram bastante desfavoráveis a eles, mas confiaram que o Altíssimo não iria envergonhá-los. Aqueles heróis da fé foram audazes, destemidos e corajosos – e quem ousar crer no que o Senhor afirma em Sua Palavra, meu irmão, verá que Ele é tão poderoso agora como foi nos tempos bíblicos.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Pastor, vivo em uma duvida tremenda...Gosto muito da religião evangelica, mas tenho muitas duvida sobre a catolica, contudo não sei qual seguir. Peço orientação de Deus...

Léia, Existe uma passagem no Livro de Lucas 24.13-32, de dois discípulos que iam pelo caminho de Emaús. Estavam tristes, pois já era o terceiro dia em que Jesus estava...

»VEJA MAIS