ongrace.com

> Mensagem de Hoje

15/05/2015 - O PORQUÊ DE UMA ESCOLHA

  • Envie por Email
  • Imprimir
E Jacó cozera um guisado; e veio Esaú do campo e estava ele cansado. Gênesis 25.29


Desde o ventre, já havia combate entre Esaú e Jacó. Na verdade, a luta era maior do que a desses irmãos, pois era do bem contra o mal. Do ventre de Rebeca nasceria um que seria um patriarca do povo do Senhor, o herdeiro da promessa; por isso, este não poderia ser carnal e desinteressado dos assuntos de Deus. Não são os acontecimentos que nos mudam, mas, sim, a atenção que dispensamos ao demônio e o desprezo que, às vezes, damos ao plano de redenção da humanidade.

O fato de Jacó ter nascido com a mão agarrada ao calcanhar de seu irmão gêmeo pode ser um sinal de que Esaú, ainda que inconscientemente, usou a força para sair na frente e, desse modo, atrapalhar o plano divino. No entanto, o Senhor, que pesa os corações, não deixou que isso se perpetuasse. Não sei por que muitos condenam Jacó e o chamam de ladrão, trapaceiro, se ele fez um negócio claro e lícito; afinal, Esaú desprezou o instituto da primogenitura por um prato de comida.

Se alguém que não amasse os assuntos de Deus viesse a liderar a família de onde viria o Salvador, poderia pôr tudo a perder. O caráter mau de Esaú ficou evidenciado quando, por sua própria decisão, se casou com duas mulheres de povos diferentes do seu, trazendo amargura aos seus pais (Gn 26.34,35). Rebeca, por ser espiritual, soube conduzir a sucessão, que, diga-se de passagem, já tinha sido decidida quando Esaú desprezou e vendeu o seu direito à primogenitura.

Esaú era perito caçador, mas Jacó era pacato e habitava em tendas. O comportamento de uma pessoa mostra o que ela poderá ser na mão do Altíssimo. O Senhor precisa de pessoas que não aspirem ser ricas, famosas, as mais importantes e apreciadas por seus dotes naturais. O coração de um servo deve sempre preferir que o Senhor cresça e que ele diminua. Quem deseja fazer a obra e a própria vontade não irá muito longe.

Os Salmos 15 e 24 declaram que Deus não Se agrada de quem não cumpre o que promete, ainda que com dano próprio. Por isso, é necessário muito cuidado quando empenhamos a nossa palavra em um empreendimento, no casamento e, principalmente, no ministério. Se você fizer um voto ao Senhor, não tarde em cumpri-lo, porque Ele não Se alegra com tolos (Ec 5.4). Estamos no tempo de aprender o que dizem as Escrituras, pois elas falam muito.

Rebeca sentiu de Deus que Jacó deveria ter a bênção e, vencendo o amor natural de mãe pelo filho, ajudou-o a mantê-la. A orientação bíblica é para você guardar o que lhe foi dado, ou perderá a sua recompensa (Ap 3.11). A quem tiver mais lhe será dado; porém, aquele que pensa ter algo até o que tem lhe será tirado (Mt 13.12). A pessoa que não desperdiçar o que lhe for concedido terá em abundância, e o contrário também ocorrerá.

Como aconteceu com Jacó, o qual teve muitas experiências e algumas bem sofridas, você também passará por decepções, frustrações e traições em seu treinamento. No entanto, fique firme, pois o Senhor sabe preparar aqueles para compor o ministério da Sua Igreja. Há muita gente que poderá ser salva ou perder-se com a sua atitude de obedecer ou não a Ele. A sua decisão em servir determina a medida que será atendido (Lc 6.38).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! Como alegra o nosso coração saber que Tu és soberano nas Tuas decisões. Até as situações que não entendemos ocorrem, segundo a Tua vontade, para o bem de todos, principalmente da Tua obra. Que jamais nos insurjamos contra as Tuas operações.

Queremos ser guiados por Ti, por isso não deixes o inimigo nos enganar. Hoje, declaramos a Ti que o nosso maior alvo é cumprir o Teu plano, cooperando Contigo na realização dos Teus desígnios.

Que não sejamos carnais, mas obedientes ao Teu plano. Não podemos colaborar com o inimigo, mas, sim, fazer o que nos ordenas. A nossa alegria é ver a Verdade triunfar e os perdidos Te encontrarem. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração