ongrace.com

> Mensagem de Hoje

18/04/2018 - O POUCO QUE PREVALECE

  • Envie por Email
  • Imprimir
Assim, Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou sem que Davi tivesse uma espada na mão. 1 Samuel 17.50


Não há operação maligna que prevaleça contra quem serve a Deus, crê nEle e Lhe obedece. Porém, como sempre achamos que sabemos agir, deixamos de dar atenção ao Único que nos ama, quer o nosso bem e conhece todas as coisas. Depois, ao perdermos uma batalha, nós nos desesperamos e perguntamos ao Altíssimo o motivo daquilo ter ocorrido. Ora, se estivéssemos andando com Ele, jamais conheceríamos a derrota.

Durante 40 dias, os filisteus humilharam Israel (1 Sm 17.16). O problema era que, entre aqueles israelitas, não havia um que estivesse pronto. No entanto, o Senhor levantou um jovem, Davi, para enfrentar os inimigos. Da mesma forma, se você não se preparar nem tomar uma decisão firme de colocar o diabo no lugar dele, ele continuará a oprimi-lo. Isso só mudará quando você obedecer à Palavra de Deus: Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós (Tg 4.7).

Para derrotar qualquer ação maligna que se levantou contra sua vida ou a dos seus entes queridos, não é preciso agir de acordo com os homens, mas apenas acatar a ordem divina. Os mandamentos do Senhor contêm um poder maravilhoso, além da compreensão humana, o qual só lhe será revelado no momento em que você colocar a sua fé em prática. O dever do cristão é resistir ao diabo!

Ao aceitar Jesus, você chegou a um ponto em que não pode pensar em retroceder. Embora a ameaça aumente e, aparentemente, não haja saída, voltar atrás está fora de cogitação. Fazê-lo recuar é uma das táticas do maligno para roubar sua bênção. Caso caia nessa armadilha, o Altíssimo não terá mais prazer em você (Hb 10.38). Acorde! Deus o levantou para ser vencedor. Portanto, combata pela fé!

Os instrumentos do Altíssimo colocados à sua disposição são os mais eficazes para lhe dar a vitória; portanto, use-os. A culpa da derrota será de quem se deixar levar pelas mentiras do inimigo e não expulsá-lo da sua vida. Hoje é uma tentação; amanhã, será outra, se não for extirpada. Quando você perceber, estará preso às garras do mal. Então, ainda que ore muito, nada funcionará caso não se arrependa.

A vitória de Davi é um exemplo de que teria de ir alguém novo ao front de batalha, pois os que lá se encontravam estavam derrotados. Esse alguém é você! Mesmo afundado em pecados, você pode nascer de novo agora. Achegue-se a Deus, confesse os seus pecados a Ele e recomece pela fé. A que habitava em Davi foi a responsável pela vitória alcançada pelo seu povo. A sua fé tem esse poder!

Quando você reconhece a sua condição de pecador, Deus lhe dá o necessário para vencer o inimigo. Até a natureza colabora para você obter sucesso. A sua hora de clamar e ser abençoado é agora. Tome a decisão correta: procure o Senhor para se livrar do mal. Sem dúvida, Ele voltará a usá-lo.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Pai! Queremos dar a Ti o controle da nossa vida e ir somente aonde Tu desejas. Não almejamos usar as armas do homem, e sim utilizar as Tuas táticas. Por certo, Tu já nos preparaste para lançar mão delas e prevalecer na peleja.

Nos registros celestiais, será escrito que, um dia, uma pessoa creu em Ti e venceu a batalha para si e seu povo, usando uma pedra que a Tua estratégia colocou nas mãos dela. Que isso também possa ser escrito a nosso respeito!

O diabo jamais suporia que um simples jovem desmascararia a falsa segurança dele. O Teu Nome deu a vitória a Davi e a dará a cada um de nós. Tu nos preparaste para a vitória. Somos gratos por isso! Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

A Paz do Senhor, missinário, a Bíblia diz q devemos emprestar a muitas gentes, mas que nós não devemos tomar emprestado, gostaria de saber se isso cabe também em pedir...

Penso que o preceito bíblico é geral, isto é, ensina que os filhos de Deus devem aprender a viver com o que ganham. É claro que numa situação especial e esporádica, não...

»VEJA MAIS