ongrace.com

> Mensagem de Hoje

13/05/2012 - O QUE DEVE SER MOSTRADO AOS PERDIDOS

  • Envie por Email
  • Imprimir



E disse ele: Que foi que viram em tua casa? E disse Ezequias: Viram tudo quanto há em minha casa; coisa nenhuma há nos meus tesouros que eu deixasse de lhes mostrar.

Isaías 39.4

Estamos em guerra declarada contra as forças do mal, a qual terminará somente com a volta de Jesus, quando Ele, com o sopro da Sua boca, matará o iníquo (Is 11.4). Por isso, é bom guardar o que você tem recebido do Senhor, pois isso provoca um misto de inveja e ciúme no adversário; afinal, a “Babilônia”, apesar de distante, deseja os nossos tesouros. Deus é muito mais valioso do que as riquezas do mundo, por isso guarde as direções que Ele lhe dá.

É grande a distância que separa o Reino de Deus do reino infernal. Porém, para nos tirar da presença divina, ou roubar os nossos tesouros, o mestre do engano manda seus servos de uma terra longínqua. O inimigo sabe o que certas pessoas prezam mais e, quando envia suas tentações, ele toca no ponto fraco delas. A Palavra orienta a quem está de pé para que se cuide, pois basta um pouco de distração para cair (1 Co 10.12).

O milagre que o rei Ezequias recebeu foi glorioso. Na verdade, tudo que o Senhor faz por nós é tremendo e cheio de glória. A cura do rei foi contada em todas as partes, pois, além do prodígio em si, o Altíssimo deu um sinal que fez o Universo parar e voltar atrás em sua trajetória. O tempo em nosso planeta voltou atrás dez graus na escala do relógio de Acaz (Is 38.8), que, em nosso sistema horário, significa 40 minutos.

Em todo lugar, as pessoas tiveram a sensação de que o tempo havia voltado. Logo que chegou a notícia da promessa de cura prometida, o rei pediu ao profeta que o tempo retrocedesse com sinal de que seria restaurado. Então, o Inferno viu naquele ato a oportunidade para descobrir o que havia em Israel; por isso, enviou seus embaixadores para “parabenizar” Ezequias pela graça que ele alcançara.

Por causa do descuido do rei – ter mostrado o que lhe pertencia –, o profeta Isaías repreendeu-o. Que isso sirva de lição para nós, pois, se mostrarmos ao inimigo os “tesouros” que temos recebido do Senhor no decorrer da nossa caminhada com Ele, o maligno arranjará um meio de nos roubar. A orientação de Jesus é que os guardemos a fim de que ninguém tome a nossa coroa.

A maioria das revelações divinas nos ensina a ter um relacionamento com o Pai e também a nos preparar para enfrentar qualquer ataque do maligno; por isso, devemos guardá-las como os violentos cuidam de seus tesouros. Portanto, não joguemos nossas pérolas aos porcos (Mt 7.6).

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração