ongrace.com

> Mensagem de Hoje

24/01/2015 - O REINADO DO SUCESSOR

  • Envie por Email
  • Imprimir
E Salomão se assentou no trono de Davi, seu pai, e o seu reino se fortificou sobremaneira.  1 Reis 2.12


As escolhas do Senhor devem ser respeitadas e, se alguém mentir sobre a direção dada pelo Altíssimo à Sua obra, não será necessário se revoltar contra tal engano. Afinal, o próprio Deus Se encarregará de fazer prevalecer a Sua decisão. Se a congregação for santa, sem dúvida, o Altíssimo a vigiará e guardará. Quanto à substituição de um líder, este deve ser o primeiro a reconhecer que é tempo de escolher seu sucessor.

Erramos em nossa escolha ao olharmos para os padrões aceitos pela sociedade. Desse modo agiu Samuel em relação a Eliabe, um dos filhos de Jessé, o qual, por causa do seu porte físico, aos olhos do profeta pareceu ser o escolhido (1 Sm 16.6). Na mesma hora, o Senhor interveio, repreendendo Seu servo. Todo cuidado é pouco para não “meter a mão” na arca, ainda que esteja pendendo para um lado. 

Tempos depois, Salomão foi indicado pelo Altíssimo; então, todos deveriam aceitá-lo. Tão logo o fizeram rei, Salomão assentou-se no trono de Davi, seu pai. Do mesmo modo, ao entendermos que fomos colocados por Jesus como reis para o nosso Deus, temos de assumir a soberania sobre a nossa vida. Todos possuem algum tipo de ministério a desenvolver, e quem for sábio precisa reinar com o Senhor, debaixo da autoridade da liderança. No caso de Salomão, era uma situação de substituição, o que também pode ocorrer com você mais dia ou menos dia.

Agora, ficar chorando a partida de um líder não é algo produtivo. Na verdade, ele até deve ser incentivado a assumir a vontade do Senhor e continuar servo no descanso ou em outra missão. Chore, sim, pelos perdidos, porque, se não forem salvos, irão para o suplício eterno. No entanto, quem assume o lugar de um grande líder tem de se esforçar para não fazer menos do que foi realizado; afinal, todo aluno deve superar o mestre. Salomão, em seu reinado, fortaleceu-se sobremaneira.

Não importa quão difícil pareça a tarefa; com a ajuda de Quem o escolheu, o seu fortalecimento é questão de dias e de crer. Deus sempre será com aquele que se dedicar a cumprir Sua vontade, mas o contrário se dará com quem for relaxado ou tiver outros propósitos. É triste ver alguém, a quem foi confiado uma obra, se deixar embaraçar com os negócios desta vida e perder sua grande oportunidade. Que isso nunca seja dito de você!

A pessoa que fizer o bem terá o Onipotente ao seu lado e, por isso, será magnificada. Não é preciso lançar os alicerces da obra, porque isso Jesus já fez. Agora, é só seguir as instruções sem se desviar para a direita ou para a esquerda. Temos um fundamento firme e sólido: o Senhor Jesus, nosso Mediador. De Salomão, de início, foi dito: “Tal pai, tal filho”. Que tais palavras também se apliquem a você!

Siga as instruções para executar a obra como convém. Infelizmente, por não ter dado atenção à Palavra e casar-se com muitas mulheres estrangeiras, no final de seus dias o coração de Salomão foi corrompido. Teria sido melhor se ele tivesse permanecido firme? Cuide-se para não cair!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus Garantidor! Quando Salomão se assentou no trono de Davi, como rei de Israel, Tu fizeste o reino dele se fortificar em todos os sentidos. Hoje, temos sido feitos por Jesus reis e sacerdotes para Ti. Pai! Precisamos nos assentar em Ti.

O nosso reino também precisa ser fortalecido, pois temos obras a fazer. Elas devem ser bem executadas, e isso conseguiremos com o Teu auxílio. Por isso, ajuda-nos a limpar o nosso território dos inimigos que nos fustigam e querem nos destruir.

Vê aquilo de que mais precisamos e concede-nos tal graça. Só temos este tempo para provar que Te amamos e, para isso, necessitamos da Tua assistência. Quando formos prestar contas dos nossos atos, gostaríamos de Te ver alegre com o que realizamos.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Paz do Senhor! A minha dúvida refere-se a dar-se dizimo em bens materiais, nos quais a Igreja necessita visualmente. É correto ao invés de darmos dinheiro, pegar o nosso...

Na Palavra de Deus aprendemos que o povo de Israel dava dízimos tanto em dinheiro quanto em espécie. Os livros de Levítico e Deuteronômio fazem menção dessa prática, que...

»VEJA MAIS