ongrace.com

> Mensagem de Hoje

18/08/2015 - OBRA JÁ REALIZADA

  • Envie por Email
  • Imprimir
Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito. 1 Pedro 3.18


Todas as pessoas são direta e indiretamente responsáveis por Jesus ter sido pregado na cruz. Ele morreu em nosso lugar para que Deus pudesse nos perdoar. Essa é a mensagem que a Igreja precisa pregar para que todos mudem a sua direção. A vida e a morte estão diante de você. Qual será a sua escolha: o Céu de luz ou o Inferno de sofrimento?

Poucos reconhecem que também foram responsáveis pela morte do Senhor. O fato é que, sabendo o que a humanidade faria de errado, Deus colocou nossos pecados sobre Seu Filho e, de uma vez por todas, o preço foi pago. Ao reconhecer que Ele padeceu em seu lugar, você também usufruirá do perdão dos seus erros e conseguirá ir para as Mansões Celestiais, a fim de cumprir o maravilhoso plano de Deus. Você já fez isso?

É preciso reconhecer que, no julgamento de Jesus e em Sua crucificação, você estava incluído. Tendo reconhecido isso, você pode ser salvo e perdoado de seus pecados. Desse modo, torna-se um cidadão remido. Além de salvo, você será membro do Corpo de Cristo e, com isso, herdeiro de Deus e ministro do Novo Testamento. Há muita coisa esperando por quem ouve e entende o chamado divino.

As pessoas que não tomam posição ao lado de Cristo, rejeitando-O como Salvador, ao morrerem, terão destino diferente dos que não se envergonharam de chamá-Lo de Irmão e Salvador. Uma simples decisão fará grande diferença em seu viver. Quem desprezar o convite do Mestre continuará sujeito à direção dada pelo príncipe das potestades do ar e irá para a perdição.

Não se junte a quem amaldiçoa Pilatos e Judas por terem colaborado para a morte de Jesus, pois tudo isso ocorreu para que fôssemos livres dos nossos pecados. Una-se aos salvos e mude o seu destino eterno. Ao Pai agradou moê-Lo (Is 53.10) e, ao mesmo tempo, incluir-nos no que Ele sofreu para mudarmos o rumo da nossa vida.

Não importa se os algozes de Jesus tiveram culpa pelo que fizeram; o Altíssimo tinha um propósito bem maior no sofrimento pelo qual Seu Filho passaria para nos livrar das mãos do diabo. Agora, quem aprende o que foi feito em seu favor e recusa o convite da salvação não será tido por inocente. O mais certo a fazer é entregar-nos ao Senhor, aceitando a obra de Cristo em nosso lugar e confessando os nossos pecados. Desse modo, seremos salvos.

Hoje, o Espírito de Deus está nos convencendo do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8), mas, se nos mantivermos na incredulidade, Ele não falará conosco, e a responsabilidade será toda nossa. Escolha ser do Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus Salvador! Há coisas que não conseguimos entender nas Tuas obras, como essa de enviar Teu Filho para nos substituir no Calvário e, de uma vez por todas, livrar-nos da eterna condenação. Agora, podemos ir para os Céus.

Ele padeceu uma só vez e, com isso, comprou-nos para Ti. Os que escolhem crer no que dizes são perdoados e salvos. Mas aqueles que não tomam a decisão certa jamais desfrutarão da felicidade eterna. Senhor, oramos para que todos sejam remidos.

O Justo sofreu pelos injustos e nos levou a Ti. Jesus foi mortificado na carne, mas vivificado em Espírito. Não temos palavras para agradecer tamanho amor, pois nos deste condições de estar em pé diante de Ti. Obrigado!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, alguns cultos atrás o senhor falou que quando um demônio se manifesta em uma pessoa é porque aquele era o último estágio dele na pessoa, sendo assim ele (o...

Na obra de libertação o demônio sempre se manifesta antes de sair da pessoa. Ele não faz isso porque queira, muito pelo contrário, se pudesse resistir ao poder de Deus,...

»VEJA MAIS