ongrace.com

> Mensagem de Hoje

02/12/2011 - OBRAS MISTERIOSAS DO PAI

  • Envie por Email
  • Imprimir



Por isso, fez com que deles tivessem misericórdia os que os levaram cativos. 

Salmo 106.46

A pessoa que sai da Palavra do Senhor anda por caminhos perigosos. Porém, antes de ela ser entregue nas mãos do inimigo, o Espírito de Deus entra em ação, convencendo-a a voltar. Quem cai em transgressão logo se sente abandonado, sem paz, e seu coração se enche de tristeza. No entanto, se confessar seus pecados e os deixar, conseguirá o perdão e voltará à comunhão com o Pai. Por outro lado, se não se arrepender, mais cedo ou mais tarde, será levado ao cativeiro.

O que, no passado, acontecia com Israel serve de lição para nós: quando aquele povo se via oprimido pelos inimigos, confessava seus pecados e voltava-se para o Altíssimo; então, o Senhor o abençoava. Mas, logo depois, em vez de os israelitas se consagrarem ao Altíssimo, tornavam a pecar e, com isso, sofriam as consequências do erro. Fato igual tem acontecido com muitos que desprezam o tempo da graça de Deus.

Não é bom nos satisfazermos com um pouco de paz, ou períodos de bonança, porque isso é desperdiçar a nossa nova posição espiritual. A obra de salvação realizada pelo Senhor Jesus no Calvário nos liberta completamente das tentações. Antes da cruz, ninguém se tornava filho de Deus, mas, agora, somos recriados em Cristo (Ef 2.10) e temos a real liberdade. Por isso, podemos dizer não ao tentador sempre que ele se acercar de nós. 

Ao permitir que os israelitas fossem levados ao cativeiro, Deus deixava que os adversários os afligissem, mas, ao mesmo tempo, fazia com que estes tivessem misericórdia de Seu povo. Isso explica por que muitos desviados conseguem ter uma vida razoável e, em certos casos, até prosperar e desfrutar de alguma paz. No entanto, o melhor mesmo é viver na presença divina, sem precisar da misericórdia do inimigo.

Israel cometeu a grande loucura de não entender o tempo da visitação de Deus. Não deixe que isso também ocorra com você. O Senhor usa pregadores que, cheios de unção, advertem-nos do perigo de nos afastarmos dEle. De fato, o Altíssimo fala-nos pela pregação da Palavra, por cânticos inspirados, mas, mesmo assim, muitos deixam de dar ouvidos a Ele. Por que isso acontece? Por que muitos não buscam o perdão e a graça de Deus e, assim, deixam de viver em paz completa?

Os que aprendem a caminhar com o Pai desfrutam da Sua bondade, mas quem resiste à voz do Espírito do Senhor e caminha em rebeldia, dando atenção à tentação, irá arrepender-se um dia e descobrirá que é tarde demais, como aconteceu com o profano Esaú, que se lamentou depois de vender seu direito de primogenitura por um prato de lentilhas (Gn 27.38). Não deixe a bênção escapar de suas mãos!

Este é o tempo de se aliançar com o Senhor e buscar Sua face, pois, agora, você pode achá-lO (Is 55.6). Portanto, não viva na incerteza nem aceite mendigar uma bênção aqui e outra acolá. Entregue seu caminho ao Senhor, e Ele fará o que for necessário para que você tenha uma vida abençoada (Sl 37.5)

Que você não troque a graça divina pelas desgraças do pecado é a minha oração!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração