ongrace.com

> Mensagem de Hoje

09/11/2014 - PAGAMENTO COMPLETO

  • Envie por Email
  • Imprimir
Em verdade te digo que, de maneira nenhuma, sairás dali, enquanto não pagares o último ceitil.  Mateus 5.26


O Senhor é íntegro em todos os sentidos, por isso, se causamos algum mal a uma pessoa, temos de procurá-la para nos acertarmos com ela enquanto estivermos no caminho (Mt 5.25). Do mesmo modo temos de agir caso tenhamos alguma dívida, pois, se entrarmos na eternidade devendo algo, fatalmente iremos para a condenação eterna e, de lá, jamais sairemos até pagarmos o último centavo. Porém, como pagaremos se, naquele lugar, não haverá como?

O justo Juiz não “passará a mão na cabeça” de ninguém, dizendo que a dívida foi quitada. Ele pagou o perdão a todos os que se encontram em débito, mas essa remissão só será concedida a quem transgrediu quando ele ou ela se acertar com a pessoa que sofreu o prejuízo financeiro ou moral. Como essas instruções foram dadas por Jesus, não há a mínima dúvida de que é necessário cumpri-las. Você errou? Acerte-se para não padecer as consequências eternas.

Se a dívida for somente com o Senhor, ela será perdoada com uma confissão sincera. Caso tenha sido contra alguém, é preciso procurar o ofendido a fim de se ajustar com ele. Assim, será declarado livre. Por ser justo, o Altíssimo não poderá dizer a quem subtraiu algo de uma pessoa que esqueça, pois já está perdoado. É preciso pagar até o último centavo; do contrário, o ofensor não conseguirá se livrar da culpa.

O mesmo se pode afirmar da pessoa que comete adultério. Ora, no casamento, são feitos votos de fidelidade, respeito e cuidado em caso de enfermidade ou desventura. Porém, a parte irresponsável, que, além de ter se tornado infiel, trouxe para a família um filho gerado fora do matrimônio, terá de obter o perdão do cônjuge desonrado. Leia Provérbios 6.20-24.

Segundo as Escrituras, na parábola do rico e Lázaro (Lc 16.19-31), quem partir sem ter obtido o perdão estará perdido para sempre e não será usado nem um dedo para refrescar a língua do transgressor em sua agonia. Jesus não disse que Abraão orientou o rico a esperar pelo cumprimento da sua pena, como se ela fosse temporária. A condenação é eterna. No Juízo, não haverá amor, clemência ou misericórdia.

O perdão só pode ser concedido em vida aqui na Terra. Ao ser repreendido, o pecador precisa aceitar o fato de que errou e mostrar frutos dignos de arrependimento para ser perdoado (Mt 3.8). Caso repita a iniquidade, terá de confessá-la novamente. Se tiver confessado 489 vezes, obterá perdão em todas as ocasiões, mas, se, na última vez, achar que não precisa mais confessar e ser perdoado, será condenado (Ez 18.24).

O que você fará? Caso tenha praticado algo contra seu empregador ou empregado, cônjuge ou qualquer pessoa ou organização, procure se consertar para não ser surpreendido com o veredito da condenação no Dia do Juízo. Se você se compuser enquanto estiver no caminho, será absolvido das suas faltas. Não espere o último instante para solucionar a questão.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus clemente e verdadeiro! Hoje é fácil obter o Teu perdão e a certeza de que a nossa casa será o Céu. Entretanto, como ensina a Tua Palavra, temos de nos consertar em vida com a pessoa contra quem causamos algum tipo de prejuízo financeiro, físico ou moral.

Quem despreza a Tua orientação deveria observar o versículo que estudamos. Nele está bem claro que não haverá escape da prisão eterna, enquanto não for pago o último ceitil. No entanto, como isso será feito se o Teu amor não operará na cadeia eterna?

Desse modo, peço forças para este leitor que, neste momento, sentiu o quanto sofrerá se não se acertar com quem ele prejudicou. Que tenha a hombridade de procurar tal pessoa para obter o perdão. Isso deve ser feito agora, antes que seja tarde.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Bom dia, Missionário! A Paz do Senhor Jesus! Gostaria de ser orientada sobre algo que está me incomodando muito. Estou fazendo curso de Enfermagem á noite e trabalho...

Eu acredito que você já tenha a resposta da sua pergunta. Leia o que diz o Salmo de Asafe capítulo 73, versículos 27 e 28: "Pois eis que os que se alongam de ti,...

»VEJA MAIS