ongrace.com

> Mensagem de Hoje

02/04/2010 - PECADO IGUAL, SENTENÇA IGUAL!

  • Envie por Email
  • Imprimir



PECADO IGUAL, SENTENÇA IGUAL!

“Porquanto te levantei do pó e te pus por chefe sobre o meu povo Israel, e tu andaste no caminho de Jeroboão e fizeste pecar a meu povo Israel, irritando-me com os seus pecados” (1 Reis 16.2).

 É triste ver como muitos deixam o poder subir à cabeça e se esquecem de Deus! Pessoas escolhidas pelo Senhor para uma obra especial têm-se deixado levar pelas artimanhas do pecado e caído. Assim aconteceu com Jeroboão, a quem o profeta Aías tinha dado dez dos doze pedaços de sua túnica nova que rasgara, mostrando que o Altíssimo dividiria o reino de Israel e daria a ele dez tribos (1 Reis 11.29-31). Jeroboão foi advertido de que não deveria proceder como Salomão, que se deixou levar pela adoração a outros deuses e, por isso, teve o seu reino dividido em duas partes. O sábio Salomão achava que poderia brincar com a santidade de Deus, mas estava enganado!
 Jeroboão desprezou o aviso do Senhor e, loucamente, entregou-se ao diabo (1 Reis 12.26-33). Além disso, Abias, um de seus filhos, adoeceu (1 Reis 14.1) e morreu como afirmara Aías. Quando Jeroboão faleceu, parecia que Deus tinha-Se esquecido do mal que aquele governante cometera, pois logo Nadabe, seu outro filho, passou a reinar. No entanto, dois anos depois, Baasa, cidadão comum do povo, conspirou contra ele e o assassinou. Tão logo assumiu o reino, Baasa também tirou a vida de todos os outros filhos de Jeroboão, cumprindo a Palavra do Senhor. Porém, ele também se deu aos mesmos pecados de Jeroboão, e, então, a sentença igualmente veio sobre ele (1 Reis 15). Pecado igual, sentença igual!
 Baasa, que reinou durante 24 anos, teve tempo suficiente para se arrepender dos seus maus caminhos, mas não o fez; antes, deixou-se levar pelos mesmos erros de Jeroboão. Então, o profeta Jeú foi usado para adverti-lo de que, por ele ter sido levantado do nada e se tornado rei – e por não ter ouvido a instrução divina para não agir como Jeroboão –, ele e sua família teriam o mesmo fim daquele governante.
 Morreu Baasa, e, de novo, pareceria que o Altíssimo Se esquecera do acontecido, pois seu filho Elá reinou em seu lugar. Mas, exatamente dois anos depois, enquanto Elá bebia e se embebedava em Tirza, seu servo Zinri o matou. Então, este assumiu o reino e, logo que começou a governar, feriu todos os descendentes de Baasa, não deixando escapar ninguém do sexo masculino – nem dos parentes e nem dos seus amigos (1 Reis 16). Pecado igual, sentença igual!
 Com tantos exemplos bíblicos de pessoas que se deram ao pecado, ainda há, no meio do povo de Deus, quem se considere especial e, por isso, ache que pode transgredir os mandamentos divinos. Então, tragédias acontecem, vidas são ceifadas ainda jovens, doenças incuráveis surgem e destroem familiares, e casamentos são desfeitos – isso tudo porque alguns dos “santos” do Senhor acreditam que podem prevaricar. No entanto, ninguém tem autorização para fazer acordo com o inimigo. Se o nosso Deus é santo, nós também devemos ser (1 Pedro 1.16). Aqueles que decidem trilhar o mau caminho pagarão uma conta bem alta. Que isso não ocorra com você!

 Em Cristo, com amor,

 R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário me ajude, não sei se é dons espirituais, nunca comentei disso aos outros, pois as madrugadas, penso nas pessoas, e pensando e orando por elas vejo simbolos em...

Nossa fonte única e absoluta de informação sobre o mundo espiritual e sobre tudo que diz respeito à ação do Senhor Deus é a Bíblia Sagrada, nada mais. Ela declara...

»VEJA MAIS