ongrace.com

> Mensagem de Hoje

08/09/2019 - POR QUE PREVARICAR CONTRA O SENHOR?

  • Envie por Email
  • Imprimir
Ouvi, ó céus, e presta ouvidos, tu, ó terra, porque fala o SENHOR: Criei filhos e exalcei-os, mas eles prevaricaram contra mim.  Isaías 1.2


O recado do Senhor dado por intermédio do profeta Isaías destinava-se aos mundos físico e espiritual. Tanto homens como anjos deveriam estar atentos para cumprir o plano divino. Hoje, isso se aplica também. Assim, pelo fato de Jesus nos ter redimido na cruz do Calvário, somos enviados ao mundo com a missão de anunciar as Boas-Novas. Essa bendita Mensagem fala sobre a salvação do homem, a volta de Cristo e o destino eterno de quem se mantiver rebelde.

O relato do que ocorreu com a vinda do Filho de Deus e a Sua consequente morte substitutiva em favor do homem deve ser recebida com alegria e atenção pelos habitantes da Terra e também pelos anjos, os quais cumprem as ordens do Senhor, obedecendo à voz da Sua Palavra (Sl 103.20). O trabalho precisa ser feito segundo as Escrituras. Do contrário, o propósito divino não será operado, e a culpa será totalmente daqueles que prevaricaram. Vigie e ore!

Prevaricar é fazer acordo para o qual não fomos constituídos. A “procuração” que recebemos nos fez ser testemunhas do que Cristo realizou em prol da humanidade, para irmos por todo o mundo e pregar o Evangelho a toda criatura (Mc 16.15). Na pregação do Evangelho, temos autoridade para curar os enfermos e libertar os oprimidos, assim como o Mestre demonstrou quando esteve aqui entre nós. Fazer diferente disso é desobedecer ao Senhor.

Os moradores de Judá e os de Samaria deveriam escutar as palavras do Altíssimo. Deus havia criado filhos que seriam continuadores da Sua obra, mas estes não seguiram o exemplo dado a eles. Da mesma forma, a chamada Igreja cristã se transformou em tudo, menos na casa de Deus, onde a Sua vontade é cumprida. Por que isso acontece? Ora, o diabo se esforça para os servos do Senhor descumprirem o mandado de Jesus, e muitos caem nessa armadilha!

Além de criar os filhos, o Pai celestial lhes deu o crescimento necessário para se tornarem Seus herdeiros. No entanto, eles se influenciaram por técnicas de marketing – práticas sem respaldo bíblico – e se esqueceram de fazer o bem como Jesus fazia, e o verdadeiro Evangelho foi substituído pelos shows pirotécnicos.

Não fomos feitos somente filhos de Deus, mas também exalçados – engrandecidos – por Ele, com a mesma glória concedida a Cristo. Somos apenas salvos e temos autoridade, em o Nome de Jesus, para fazer as mesmas obras que Ele operava em Seu ministério terreno. Agora, por que não realizamos tais feitos em nossos dias em favor dos sofredores?

O Altíssimo disse a Isaías que o motivo foi a transgressão do Seu povo, que deu atenção ao inimigo. Isso é prevaricação! Onde está escrito que, hoje, o Senhor não opera mais milagres? Infelizmente, muita gente crê assim. Este é o tempo de trazermos em operação o mesmo poder que Jesus demonstrava.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor dos Teus filhos! Tu, o Todo-Poderoso, fazias maravilhas nos dias de Jesus e ainda as realiza hoje. Os doentes do nosso tempo possuem os mesmos direitos dos que viveram nos dias do Teu Filho. Ajuda-nos a proceder de modo certo!

Por que prevaricaremos contra Ti? Quem faz isso não Te tem como Salvador. Misericórdia! Esse indivíduo está perdido, e o seu destino não será o Céu. Desperta a Tua Igreja, Pai!

Somos Teus filhos e faremos o Teu querer com carinho, certos de que jamais colaboraremos com o diabo. Os Teus filhos jamais devem acreditar nas mentiras do Inferno. Amamos-Te de todo coração!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Gostaria de saber sobre o homen endemoninhado em Cafarnaum, que diz em Marcos Cap.1 Vers.26 que diz o seguinte após Jesus ter repreendido o demonio dele: Então o espírito...

Você leu o que você mesmo escreveu? Quem jogou por terra a pessoa, o Espírito de Deus, ou o demônio? Então, qual é a dúvida? Onde, na Bíblia Sagrada, diz-se que Deus,...

»VEJA MAIS