ongrace.com

> Mensagem de Hoje

01/04/2010 - POUCO IMPORTA A VISÃO NATURAL

  • Envie por Email
  • Imprimir



POUCO IMPORTA A VISÃO NATURAL

 “E disse Jeroboão à sua mulher: Levanta-te, agora, e disfarça-te, para que não conheçam que és mulher de Jeroboão, e vai a Siló. Eis que lá está o profeta Aías o qual falou de mim, que eu seria rei sobre este povo” (1 Reis 14.2).

Aías foi um profeta usado pelo Senhor para transmitir uma boa-nova a Jeroboão: ele havia sido escolhido para ser rei de dez das doze tribos de Israel ainda durante o governo de Salomão (1 Reis 11.29-39), isso por causa da idolatria na qual o filho de Davi se envolvera. Ainda por meio do profeta, Deus disse a Jeroboão que este deveria ser fiel ao Senhor, pois, desse modo, o seu reino seria confirmado, e seus descendentes seriam seus sucessores no trono.

Entretanto, tão logo a Palavra do Senhor se cumpriu, Jeroboão também se deu à idolatria (1 Reis 12), o que muito desagradou a Deus. De fato, aquele governante, em sua loucura, provocou o Altíssimo de todos os modos. Até um profeta foi enviado para alertá-lo contra um altar que ele havia edificado em Betel, mas, quando o mensageiro do Senhor entregou o recado – diga-se de passagem, muito impactante –, o rei se encheu de ira e estendeu a mão sobre o altar, mandando que pegassem o homem de Deus. Consequentemente, a mão do governante secou, e ele não mais podia recolhê-la (1 Reis 13.4). Então, pediu ao profeta que orasse por ele, e, quando este clamou ao Todo-Poderoso, ela foi restituída de pronto (v. 6).

Essa experiência não foi suficiente para Jeroboão se arrepender da sua maldade. No entanto, quando seu filho adoeceu – o qual, conforme promessa divina, seria seu sucessor no trono –, o governante se lembrou de Aías, o profeta que rasgara a capa e lhe dera os dez pedaços, significando o que aconteceria em Israel e que ele seria rei daquelas dez tribos. Então, Jeroboão mandou que sua mulher fosse consultar o mensageiro do Senhor, porém, pediu a ela que não dissesse que era sua esposa; afinal, ele esperava que o profeta curasse o rapaz sem saber que era o filho do rei.

Essa atitude prova que Jeroboão somente pensava em si e não se importava com o fato de tirar vantagem de quem quer que fosse. Ele deixou o Altíssimo e serviu ao diabo; em sua mente corrupta, achava que podia enganar tanto qualquer pessoa quanto o próprio inimigo – e até o Senhor! O que interessava àquele rei de Israel era o lucro, o poder, a glória, e nada mais.

Tão logo sua mulher entrou na casa do profeta, este, sem poder enxergar por causa da avançada idade, recebeu a revelação divina. Na verdade, para o homem de Deus, a visão natural pouco importa, mas, sim, o que Ele ouve do Pai. O profeta Aías revelou à mulher quem ela era e declarou que seu filho morreria assim que ela colocasse os pés em sua terra. Como se não bastasse, ele disse ainda que todo macho, filho ou escravo, da casa de Jeroboão morreria.

Eu já vi pessoas tentarem enganar o homem de Deus e serem desmascaradas. Nunca se deixe cair na tentação de mentir para quem quer que seja, inclusive para quem é usado pelo Pai. Ananias e Safira, por exemplo, pagaram com a própria vida por esse erro (Atos 5). Portanto, sempre obedeça à Palavra do Senhor!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Deus sabe de todas as coisas, por que ele colocou Adão e Eva se ele sabia que eles iriam pecar? ele não deveria colocar alguém que não fosse...

E quem seriam essas pessoas que não pecariam? A Palavra dEle afirma que Deus bem que procurou alguém sem iniquidade, mas não encontrou ninguém (Sl 14.1-3; 53.1-3; Ez 22.30;...

»VEJA MAIS