ongrace.com

> Mensagem de Hoje

19/02/2010 - PROPÓSITOS DIVINOS

  • Envie por Email
  • Imprimir



PROPÓSITOS DIVINOS

“Para que o resto dos homens busque ao Senhor, e também todos os gentios sobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor, que faz todas estas coisas” (Atos 15.17).

Alguns fariseus que haviam crido no Evangelho queriam fazer com que os gentios que se convertiam passassem pelo ritual da circuncisão. Os apóstolos se reuniram em Jerusalém e, depois de terem ouvido Paulo e Barnabé, começaram a se pronunciar sobre esse e outros assuntos do judaísmo que deveriam ou não permanecer na fé em Jesus, abraçada pelos perdidos. Nos versículos seguintes, eles orientam os novos convertidos a somente manterem quatro proibições do Antigo Testamento.

Na ocasião, Pedro lembrou que, há muito tempo, Deus o havia constituído para que, por intermédio dele, os gentios ouvissem as Boas-Novas e cressem nElas. O apóstolo declarou ainda que o Senhor, que conhece os corações, havia-lhes dado testemunho, concedendo a eles o Espírito Santo, do mesmo modo que fizera com os judeus, e não havia estabelecido distinção alguma entre judeus e gentios, ao purificar-lhes o coração.

Ao ouvir isso, Tiago, cheio do Espírito Santo, traduziu o significado daquilo ao afirmar que era o Senhor reconstruindo o tabernáculo caído de Davi. Depois, ele acrescentou que essa reedificação tinha o propósito de fazer com que o resto dos homens, inclusive os gentios – sobre quem o Nome do Senhor havia sido invocado –, buscasse o Senhor.

Isso nos ensina que a obra do Espírito Santo em nosso meio é a predita reconstrução do tabernáculo de Davi, para que a parte da humanidade que tem sido esquecida pela igreja e ignorada pelas missões, ouça a mais doce mensagem e se converta. Sem dúvida, o trabalho mais importante que temos a fazer nos dias de hoje é levar essa unção, a fim de que esses esquecidos conheçam o plano divino da salvação. Sem dúvida, isso é o que mais agrada ao nosso Deus.

Essa obra é tão santa, que não podemos fazê-la visando somente ao crescimento da nossa igreja ou denominação. Quando isso acontece, nós, certamente, seremos achados lutando contra o próprio Deus. Devemos ter o cuidado para não prejudicar a ação do Altíssimo, mas colaborar com Ele, para que todos tenham o pleno conhecimento da verdade. A decisão de onde eles congregarão deve ficar somente com o Senhor.

Tiago falou ainda a respeito dos gentios, sobre quem o Nome do Senhor é invocado. É preciso invocar o Nome de Jesus sobre os perdidos não apenas em oração, mas também na pregação da divina Palavra no meio deles. Quando os levamos a crer nas operações de Deus em curar, libertar e prosperar, e, então, invocamos o Nome santo sobre eles, nós lhes damos o direito de terem seus pecados perdoados.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração