ongrace.com

> Mensagem de Hoje

14/04/2016 - PUNIÇÃO PELA DESONRA

  • Envie por Email
  • Imprimir
Estais inchados e nem ao menos vos entristecestes, por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação.   1 Coríntios 5.2


Os dons do Espírito Santo abundavam na igreja de Corinto. No entanto, os irmãos coríntios não agiram de modo sábio ao tratar da situação de um homem que desrespeitou o leito do seu pai. Devido a isso, o Evangelho foi ridicularizado pelos perdidos. Infelizmente, hoje, temos ouvido a respeito de pessoas que também dão péssimo testemunho. Por essa razão, muitos perdidos não aceitam o convite para participar dos nossos cultos e, assim, conhecer a Palavra do Senhor.

Há salvos que se deixam levar pelos assuntos mundanos, aceitando o que a Palavra desaprova. Eles agem como loucos, como se o Altíssimo não soubesse o que era bom quando nos deu as proibições registradas nas Escrituras. Ora, tudo o que o Onisciente proíbe não deveria sequer ser mencionado pelos filhos de Deus, quanto mais praticado. Quem não atende aos preceitos bíblicos evidencia que desconhece o Senhor. O pérfido será condenado na volta de Cristo.

Quando o cristão passa a concordar com as práticas proibidas pela Palavra, incha-se na sua carnal compreensão e, por certo, está a um passo de se perder. Lembre-se de que Jesus afirmou que somente quem perseverar até o fim será salvo. De nada terá valido a um crente passar a vida toda servindo ao Senhor em santidade, se, depois, por dar ouvidos ao pecado, perder-se eternamente (Ez 18.24).

O apóstolo Paulo reprovou os membros da igreja de Corinto por terem sido condescendentes com o homem que ousou abusar da mulher do próprio pai. Esse cidadão deveria ter recebido uma severa repreensão e ser tirado do meio deles, mas a liderança não fez isso. Então, o apóstolo assumiu a autoridade de ministro de Deus e entregou o indivíduo a Satanás para destruição da carne, para que o espírito fosse salvo no Dia de Cristo (1 Co 5.3-5).

Vejamos o exemplo que Jacó deu no caso de seu filho primogênito, por este ter subido ao seu leito. Apesar de já terem passado muitos anos desde que Rúben o desonrara ao se deitar com Bila, serva de Raquel e concubina dele, Jacó foi implacável com o primogênito desrespeitoso durante a distribuição da bênção entre os filhos. Não brinque com o pecado, pois essa história mostra o que acontecerá com aquele que causar algum escândalo.

A declaração que Jacó fez “corta o coração”: Rúben, tu és meu primogênito, minha força e o princípio de meu vigor, o mais excelente em alteza e o mais excelente em poder. Inconstante como a água, não serás o mais excelente, porquanto subiste ao leito de teu pai. Então, o contaminaste; subiste à minha cama (Gn 49.3,4). O filho viu que a relação com Bila não compensou, pois ele perdeu a excelência em alteza e poder.

Que isso fique como exemplo para aqueles que, mesmo tendo alcançado o privilégio de serem membros do Corpo de Cristo, entregam-se ao adultério e a outros pecados. Chegará o dia em que as nossas obras serão manifestas. Imagine a fisionomia de Rúben ao ouvir que ele deixara de ser o mais excelente. Cuide-se para não escutar semelhante notícia dos lábios do Senhor.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Senhor! O exemplo do que Jacó fez com Rúben serve de aviso do que ocorrerá com quem não se importar em honrar a bênção recebida por nascer no Teu Reino. A pessoa que agir como ele também perderá a sobre-excelente grandeza do Teu poder.

Por que traríamos escândalo para a Tua obra se podemos Te agradar e, assim, viver em comunhão Contigo e ter o Teu favor? Livra-nos das tentações, para que desfrutemos da dádiva de ter coração sábio.

Que, em nosso meio, não haja ninguém que colabore com o diabo. Ajuda-nos a jamais darmos atenção aos desejos desenfreados da carne. Queremos Te amar e honrar. Obrigado e Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

No folheto intitulado ''Um homem chamado William Branham'', T. L. Osborn o trata como o próprio Deus. William Marrion Branham (1909-1965) é fundador da seita herética e...

Certa vez, comentei essa declaração do Dr. T. L. sobre o Branham com Tommy O''Dell, neto do Dr. Osborn, e ele me respondeu que parte dela era verídica. Para que os leitores...

»VEJA MAIS