ongrace.com

> Mensagem de Hoje

02/05/2014 - PURIFICADOS COMO A PRATA

  • Envie por Email
  • Imprimir
Pois tu, ó Deus, nos provaste; tu nos afinaste como se afina a prata. Salmo 66.10


Há muitas coisas que o Senhor faz conosco ao nos receber como filhos. O processo se inicia a partir do contato com Sua Palavra. Então, isso desperta em nós um desejo de conhecê-Lo, pois, até então, não dávamos a mínima atenção a Ele. Ao provar do Seu amor, o nosso coração se realiza, e passamos a entender que era isso que procurávamos e não sabíamos. Começamos a ver o quão distante estávamos do Criador e passamos a procurá-Lo.

Inicia-se a fase do arrependimento, da mudança de atitudes e da confissão de pecados. Logo, passamos a sentir que, um dia, daremos contas a Ele do que fazemos e procuramos emendar o nosso procedimento. É como se Ele nos açoitasse e, então, nós nos sentimos pecadores, conscientes de que precisamos do seu perdão. Ele nos dá o dom do arrependimento e começamos a confessar a Ele o que temos feito de errado e a buscar a Sua ajuda para endireitar os nossos caminhos.

Ao sentirmos Seu perdão, nós nos sentimos amados. Um sentimento de purificação e santidade passa a fazer parte da nossa vida e chegamos a não entender como antes nos dávamos às práticas pecaminosas. O menor deslize em pensamento já nos faz sentir culpados. A mudança é grande, e começamos a orar, buscar a Sua presença e pedir por mais. A nossa vida ganha sentido, e não entendemos como os outros não sentem isso também.

A seguir, vem o clímax, pois somos batizados no Espírito Santo. Que experiência! Simplesmente imergimos na atmosfera divina, falamos em línguas e somos usados em outros dons. A intimidade com o Senhor nos faz bem, e o nosso desejo é orar e experimentar o Seu mover em nós. Assim, nós nos sentimos completos, filhos de Deus e membros do Seu Corpo. São dias maravilhosos em que nos abrimos completamente a Ele.

No entanto, como aconteceu com Jesus, o qual foi levado ao deserto para ser tentado, também entramos em um deserto espiritual. De uma hora para outra, surgem desejos errados, vontade de ser isso ou aquilo, oportunidades de todos os tipos nos são apresentadas, e começamos a ver defeitos nos irmãos. Enfim, surgem provações pelas quais nunca imaginamos que passaríamos. É claro que, por estarmos amadurecendo na fé, essas situações chateiam.

Com a consciência da importância da nossa salvação, somos levados a tomar uma posição. O triste é quando o cristão, depois de todas essas fases, ao ser provado, decide ceder à tentação e ao pecado. Os que se mantêm firmes na fé saem da prova prontos para serem usados pelo Senhor e preparados para a boa obra a que Ele lhes destinou. No poder do Espírito, eles também saem do deserto e começam a pregar a doce mensagem do Evangelho.

Sendo aprovados, Ele nos envia para alguma missão. Isso não quer dizer que todos serão colocados na obra em tempo integral. Muitos continuarão na profissão secular e, ao mesmo tempo, serão verdadeiras bênçãos na Igreja e na sociedade. Então, estaremos prontos para sermos boas ferramentas nas mãos do Pai. Mas, de vez em quando, as provações voltam, e, como estamos firmes na fé, o diabo perderá todas as vezes que nos tentar.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Sábio Senhor! A caminhada de fé é linda, mas não isenta de tentações. A verdade é que, no mundo, teremos aflições, mas Tu prometeste nunca nos deixar. Por isso, não devemos temer nem fugir das provas. Como Jesus, sairemos aprovados de todas elas.

Como na vida natural, em que a idade adulta nos realiza como pessoa, mas traz uma série de compromissos dos quais não podemos abrir mão, a fé em Jesus é o aperfeiçoamento de tudo. Ajuda-nos a nos completar em Ti e não fugir das responsabilidades que a fé em Ti exige.

O melhor está por vir. Quando Jesus voltar, ou a nossa vida por aqui terminar, entraremos na Glória e não mais sairemos de lá. Na salvação, passamos da morte para a vida. Por isso, não temeremos o que nos pode acontecer. Estamos selados para o Dia da redenção. Aleluia!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração