ongrace.com

> Mensagem de Hoje

13/08/2014 - QUANDO DEUS NOS ALEGRA

  • Envie por Email
  • Imprimir
E sacrificaram, no mesmo dia, grandes sacrifícios e se alegraram, porque Deus os alegrara com grande alegria; e até as mulheres e os meninos se alegraram, de modo que a alegria de Jerusalém se ouviu até de longe.  Neemias 12.43


A alegria é um ingrediente de grande importância para nós, o povo de Deus. Com ela, conseguimos servir ao Altíssimo, mas, sem ela, o que pensamos ser um culto a Deus não passa de algo normal sem valor espiritual. Os filhos do Senhor devem se esforçar para agradar a Ele, e isso só pode ser feito com o contentamento concedido por Ele. Busque essa satisfação para sua vida e terá a força dEle agindo em seu favor.

Os israelitas poderiam fazer muitos sacrifícios; no entanto, sem a presença do Altíssimo, nada de especial aconteceria em suas cerimônias. Muitos cristãos vão à igreja; porém, é como se não fossem. Eles oram e não há resposta; fazem propósito e nada ocorre; pedem oração aos servos mais consagrados e não prestam atenção no pedido que fazem. Há resposta divina para explicar o porquê de o Senhor não estar operando.

Quando a obra é determinada por Deus, todas as direções são cumpridas, e, então, a alegria vem como um sinal da aprovação divina. É preciso remover os planos pessoais, deixar de dar mais atenção a amigos, familiares e demais pessoas, sejam ou não da igreja. Quem faz o que o Pai ordena, certamente, é atendido, mas quem não se esforça para estar em comunhão com Ele não sabe o quanto perde. Esse tem de ser o alvo da nossa vida.

Jesus garantiu que a alegria dEle sinaliza Sua visitação. Isso pode ocorrer sempre, desde que cumpramos Seus mandamentos, os quais, diga-se de passagem, não são pesados. O fardo dEle é leve e o Seu jugo é suave (Mt 11.30). Quem se deixa ensinar pelo Altíssimo descobre que é fácil servir-Lhe com inteireza de coração, pois Ele mesmo o ajuda nisso. Deus ama os que O amam (Pv 8.17).

Quando o Senhor nos alegra, não há quem nos impeça de receber a bênção prometida. O contentamento que acompanha Sua visitação é como o abrir da última porta para se chegar ao celeiro do Pai. Estando dentro do celeiro celestial, você pode pegar tudo de que precisa. Não há impedimentos para a pessoa que vive com essa satisfação, porque ela consegue ultrapassá-los. Agora mesmo, entre em oração.

A alegria de Deus contagia todos. Por meio dela, inimizades são desfeitas, problemas são resolvidos, e há fortalecimento nEle. Um dos sinais de que o pregador foi usado pelo Senhor é a manifestação da alegria daqueles que o ouviram. O povo que a recebe jamais conhece a derrota, porque é revigorado e decidido a vencer.

Naquele dia, a alegria de Jerusalém foi ouvida de longe. No seu dia, deve ocorrer o mesmo. Quando o Senhor o visitar, não reprima a sua satisfação e, então, continue na presença dEle. Que os seus amigos, familiares e demais pessoas vejam a mudança em sua vida por causa da presença do Deus Onipotente.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Ó Deus! Dizemos que Tu és a Razão da nossa alegria, mas não pesamos essas palavras, pois não entendíamos o significado delas. Mas, agora, nosso coração se contagia com o Teu júbilo, o qual nos ajuda a Te servir.

O sacrifício que podemos Te dar é o fruto de nossos lábios, pois Te amamos, queremos Te agradar e fazer Tua santa e perfeita vontade. Como desejamos estar em Tua presença!  A Tua alegria nos faz muito bem e nos realiza em todos os sentidos.

De longe se ouvia o contentamento que tomou conta de Jerusalém. A mesma coisa tem de acontecer conosco. Não podemos deixar de exprimir a satisfação de sermos Teus servos nem de usufruir as recompensas por guardarmos Teus mandamentos. Obrigado por seres o nosso Alegrador.

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

O que levou Lúcifer a pecar contra Deus?? hoje em dia quando pecamos temos a influencia do demonio e antes quando o demonio era lucifer quem o fez pecar contra Deus?? tem a...

Antes de mais nada, é importante ressaltar que não pecamos por causa do diabo, mas por causa da nossa própria cobiça não reprimida (Tg 1.14-15). O diabo "apenas" atiça o...

»VEJA MAIS