ongrace.com

> Mensagem de Hoje

26/05/2010 - QUEM NÃO OBEDECE CAI

  • Envie por Email
  • Imprimir



“E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim” (Jonas 1.1).

Jonas obteve um dos maiores privilégios que uma pessoa pode ter: ouvir a Palavra de Deus. No entanto, ao recebê-lA, ele tentou fugir do mandamento divino e, nessa trajetória, “desceu”, no mínimo, seis vezes. Contudo, ao se arrepender de sua atitude, aquele profeta clamou, do ventre do peixe, por libertação e foi ouvido (Jonas 2.2); só então, decidiu obedecer a Deus e foi bem-sucedido.

Não há maior bênção do que compreender a vontade de Deus para nós. Na noite em que ouvi o Evangelho pela primeira vez, entendi que o Senhor, o Criador dos Céus e da Terra, este Ser maravilhoso, chamava-me para fazer parte do Seu povo; então, tomei a decisão certa. Passaram-se mais de cinco décadas e meia, e eu ainda fico maravilhado com o que senti naquela noite, quando tinha apenas seis anos.

No caso de Jonas, seu grande erro foi fugir do que Deus lhe havia ordenado, que era a própria Palavra da vida. Por Ela, ele havia sido comissionado a ser uma bênção para a sua geração. Do mesmo modo, o Senhor fala com você hoje e com tantas outras pessoas, mas alguns incorrem no mesmo equívoco de Jonas: escapar do plano de Deus.

Meu irmão, nunca se esquive do mandamento divino. A missão que Ele nos dá é a melhor coisa que poderia acontecer, pois quem cumpre a ordem do Senhor, sem dúvida, obterá êxito e será muito bem recompensado. O Pai não age conosco como um feitor. Ele disse que a pessoa que deixar qualquer coisa por amor dEle e do Evangelho receberá até “receberá cem vezes tanto e herdará a vida eterna” (Mateus 19.29). Não há investimento mundano que se compare à recompensa que Deus nos reservou (Colossenses 3.24; 1 Coríntios 2.9; Tiago 1.12). 

Em sua insensata e triste desobediência, Jonas caiu, no mínimo, seis vezes: ao descer a Jope (1.3); ir para o porto (1.3); descer ao navio (1.3); esconder-se no porão (1.5); ser lançado ao mar (1.15; 2.6) e terminar na barriga do peixe (1.17). O pior é que, em suas tentativas, ele poderia ter-se perdido para sempre. Quem foge de Deus não sabe o perigo que corre, pois, se morrer fugindo dEle, não haverá quem o salve. O melhor a fazer é cumprir o plano do Senhor. Sob a vontade divina, jamais seremos abandonados nem ficaremos desprotegidos.

A verdade é que o Altíssimo sempre nos chama para progredirmos. Ele não tem prazer em tirar nada de nós; ao contrário, alegra-Se em acrescentar algo à nossa existência. Jesus disse: “Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância” (João 10.10b). Quem foge de Deus caminha em direção ao espírito da miséria e do sofrimento (Salmo 139.7). Com Deus, faremos proezas sempre (Salmo 60.12), então, opte por obedecer-Lhe.

O saldo positivo que retiramos deste episódio bíblico é que Jonas, de dentro do peixe, decidiu clamar por sua libertação e foi ouvido. Lançado na praia, ele se dirigiu para onde o Senhor o havia enviado e fez o que lhe fora ordenado (Jonas 2). Surpreso, o profeta viu toda a cidade de Nínive converter-se (cap. 3.4-10). O servo fiel irá surpreender-se ao ver como Deus irá abençoá-lo.

Assim como, ao obedecer ao Altíssimo, Jonas foi bem-sucedido, você também o será. Portanto, cumpra a missão que lhe está sendo apontada e veja que Deus honra todas as benditas promessas feitas àqueles que Lhe submetem. Para isso, será necessário ser firme e forte ao realizar a sua parte no plano divino. Com certeza, o Senhor cumprirá o que lhe tem prometido.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração