ongrace.com

> Mensagem de Hoje

23/12/2009 - QUEM TEM AUTORIDADE MANDA

  • Envie por Email
  • Imprimir



“Pois também eu sou homem sob autoridade e tenho soldados às minhas ordens; e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu criado: faze isto, e ele o faz” (Mateus 8.9).

A resposta que o centurião romano deu a Jesus é profunda, apesar de muito simples. Ela fez com que o Mestre Se maravilhasse com a sabedoria espiritual daquele capitão. Não foi sua mente sábia que o fez perceber um dos mais importantes fatos, mas, sim, o Pai celestial, o qual lhe ensinou os princípios que devem nortear uma vida de fé.

O povo de Deus sempre sofreu por falta de sabedoria (Oseias 4.6). Não é possível que a Palavra tenha descrito o sofrimento de Cristo na cruz, com detalhes, e informado de que Ele estava substituindo o ser humano ali, mas, ainda assim, o povo do Senhor viva oprimido, passando por todo tipo de ataque do inimigo, enquanto clama desesperadamente pela cura que nunca vem. Alguma coisa deve estar errada.

O erro não é do Senhor, mas, sim, nosso, pois nem sempre damos crédito ao que nos é pregado. Lemos as Escrituras, mas não ousamos crer no que Elas afirmam. Se algum mal nos ataca, logo entramos em oração – ou no que chamamos de intercessão – e começamos a culpar o Pai. Nesse momento, citamos a Palavra de Deus e Lhe perguntamos por que Ela não é cumprida; só nos falta chamá-lO de mentiroso.

A falta de conhecimento faz errar, sofrer e acusar Aquele que jamais poderia ser acusado de omissão ou irresponsabilidade. O que diz respeito à vida já nos foi dado. As Escrituras ensinam o que fazer em todos os momentos, mas não damos a Elas o verdadeiro lugar em nossa vida. Por isso, quando precisamos ser firmes por já termos sido iluminados, acabamos vacilando.

O centurião não hesitou, mas declarou o que havia aprendido. Para ele, quem tem autoridade não precisa ir nem pedir, mas mandar. Ele afirmou que bastaria uma só palavra e seu servo seria sarado. Sim! É essa declaração que está faltando em sua boca. Você deve guardar as palavras ociosas, duvidosas e irresponsáveis e nunca mais usá-las, contudo, deve empregar a Palavra da fé com convicção.

Quem é enviado por alguém o representa na proporção da ordenança que recebeu. O centurião observou que Jesus não podia expulsar demônios se o Pai não estivesse por trás de tudo aquilo. Ele concluiu que Cristo fora enviado para uma guerra contra o império do mal e, então, com uma palavra – uma declaração –, Seus servos fariam a obra como acontecia com ele, quando falava em nome do Império Romano.

E você? Não aprendeu que, em Nome de Jesus, tem o mesmo ministério do Filho de Deus? Levante-se e repreenda o mal que o ataca e creia que sua ordem será cumprida!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Prezado Missionário, Primeiramente quero parabenizá-lo pela sua maravilhosa obra ao lado do Senhor Jesus! O senhor é um homem abençoado! Eu tenho algumas dúvidas: sou...

Com relação ao seu casamento, deve sim continuar orando até que Cristo seja formado nele. Agora, com relação a buscar Deus de sua casa, não digo que seja errado, mas não...

»VEJA MAIS