ongrace.com

> Mensagem de Hoje

26/10/2018 - RECUPERANDO VIDAS

  • Envie por Email
  • Imprimir
E aconteceu, depois disso, que andava de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do Reino de Deus; e os doze iam com ele. Lucas 8.1


Depois do incidente na casa do fariseu Simão, em que uma mulher pecadora chegou chorando por trás do Mestre e, com suas lágrimas, molhou os pés dEle, beijou-os e os enxugou com seus cabelos (Lc 7.38), Jesus passou a andar de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, pregando o Evangelho, e os 12 discípulos iam com Ele. Muitos acham que Maria Madalena, a qual foi liberta de sete demônios, era a pecadora que adentrou a casa de Simão. Ledo engano!

Lucas cita muitas mulheres que seguiam o Mestre, dando o nome de três delas que foram curadas de espíritos malignos e enfermidades. Em gratidão à libertação que tiveram, elas O seguiam e Lhe serviam com seus bens. Aprendendo com o Mestre, elas não teriam a casa vazia, para que o diabo enviasse mais sete vezes o número de demônios que saíram delas. Ao seguirem Jesus, elas continuariam livres, pois sabiam que o cuidado de Deus é maior do que se imagina.

Precisamos ter o Mestre como exemplo e receber aqueles que precisam estar ao lado de quem é usado na libertação de espíritos maus e na cura de doenças e outros males. Algumas vezes, com tristeza, verificaremos que muitas pessoas libertas de espíritos malignos voltam a sofrer com a volta destes e de outros sete, por não terem sido ensinadas a permanecerem firmes na fé. Ora, elas são preciosas propriedades de Deus! 

O Senhor deseja andar de cidade em cidade e de aldeia em aldeia conosco, mas, muitas vezes, nem prestamos atenção a isso e tentamos fazer o que achamos mais produtivo. Ora, temos de ouvir o Criador de todas as coisas, mantendo-as sob Seu poder. Ao dar ouvidos ao Altíssimo, você aprende a executar a obra devidamente e vê o seu trabalho aprovado. Quem vive se perdendo nos próprios pensamentos nunca faz algo bom em favor do Reino dos Céus.

Jesus não saía para passear, ver oportunidades de algum negócio ou com algum propósito sujo, e sim para pregar o Evangelho do Reino de Deus. No dia em que esse não for o motivo que nos move a ir aos diversos lugares, teremos nos afastado da missão dada pelo Mestre, e isso não é bom. Não podemos estar sob o engano do diabo. Não tire os olhos dos feitos de Cristo.

Sem dúvida, aquelas mulheres libertas dos demônios, como Maria Madalena, aprenderiam com o Senhor. Os discípulos iam com Ele, e isso mostra que não era apenas uma excursão de senhoras restauradas pelo Mestre, mas também de filhas de Deus, que encontraram em Jesus a solução dos seus problemas. Elas sabiam que seriam abençoadas, pois o coração delas clamava por mais do Senhor.

Houve casos em que Cristo não deixou que algumas pessoas libertas fossem com Ele, como o ex-endemoninhado gadareno. Embora este tivesse sido possuído por uma legião de espíritos malignos, já estava preparado para ir adiante e contar as grandes coisas realizadas por Deus. O Senhor sabe como recuperar cada um dos prejuízos causados por uma possessão demoníaca.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus Libertador! Temos muito a aprender Contigo. Então, deixa-nos ficar sempre ao Teu lado, para ouvir os Teus conselhos, contemplar a beleza da Tua santidade e aprender de Ti, que és manso e suave de coração. Tu és lindo!

Quando andamos ao Teu lado, somos bem-sucedidos em tudo. Os Teus exemplos registrados na Palavra e os que veremos no dia a dia nos firmarão na santíssima e poderosa fé em Cristo. Não podemos perder a chance de Te seguir e amar.

Os interessados em aprender a fazer a Tua obra têm de crescer no entendimento e na pureza da fé, para serem instrumentos de valor a quem ainda ingressará no Teu Reino. O nosso lema deve ser: “Recuperar vidas e nos manter salvos”!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Missionário, sou membro da IIGD, mas, na época em que eu fazia parte da IURD, ouvi uma vez o Bispo Macedo dizer que o Batismo no Espírito Santo era uma coisa muito mais...

Penso que cada um responde por aquilo que diz e que não me cabe julgar o que os outros afirmaram. Quanto ao Batismo com o Espírito Santo, trata-se de uma experiência...

»VEJA MAIS