ongrace.com

> Mensagem de Hoje

28/04/2009 - REUNIÃO ESPECIAL

  • Envie por Email
  • Imprimir



E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; escutai-o (Mateus 17.5).

Jesus escolheu os discípulos Pedro, Tiago e João para uma reunião especial, na qual a glória divina desceu e envolveu os que estavam presentes. Então, naquele momento, o inexplicável ocorreu: Moisés, que havia falecido por ordem de Deus e sido enterrado por Ele (Deuteronômio 34.4-7), estava vivo e falava com o Mestre; quanto a Elias, que havia ido para o Céu em um carro de fogo (2 Reis 2.11), também estava lá, por ordenança divina. Naquele encontro, a mensagem transmitida para os discípulos foi a de que eles deveriam ouvir o que Cristo, o Filho do Altíssimo, tinha para lhes falar.

Deus age como Lhe agrada. O Todo-Poderoso chama aqueles que Ele mesmo quer para experiências as quais julga necessárias. Algumas dessas reuniões com o Senhor podem ser contadas a terceiros; outras, no entanto, não o podem, pois muitos não as entenderiam. Há segredos que Deus nos conta para o nosso fortalecimento pessoal, e, se forem revelados a outras pessoas, elas serão usadas como um balde de água em nossa fogueira de fé, para que nos esfriemos espiritualmente. 

Aqueles discípulos nem suspeitavam do que estava para acontecer. Assim também ocorre conosco, quando um simples chamado nos é feito para compartilharmos o Evangelho com alguém, passarmos um momento de consagração, irmos a um culto, dentre outras situações. Nenhum convite do Pai é feito sem motivo relevante; afinal, se Deus estiver onde dois ou três se reunirem em Seu Nome (Mateus 18.20), Ele, certamente, operará maravilhas na vida deles, como, por exemplo, operou na dos discípulos, os quais viram a glória divina e foram envoltos por ela.

O que o Altíssimo faz não pode ser questionado, pois Ele é Senhor absoluto e sabe por que nos convida para certas obras. Naquela reunião, Moisés, que tinha morrido havia muitos séculos, apareceu falando com Deus. Os vivos e os mortos estão nas mãos de Deus, e Ele faz como deseja. Sobre a morte desse servo do Senhor, não temos muita informação, no entanto, lemos, na Palavra, que o diabo quis saber onde estava o corpo de Moisés e, para isso, pressionou o arcanjo Miguel, o qual, com sabedoria, disse: O Senhor te repreenda (Judas 9), pois os assuntos encobertos pertencem somente a Ele (Deuteronômio 29.29). O Altíssimo faz como Lhe apraz. A nós compete, simplesmente, crer no que Ele declara. Naquele mesmo dia, Elias, que não havia morrido, mas fora para o Céu havia muito tempo, estava com Moisés e falava com o Senhor.

Naquele encontro especial, Deus transmitiu um recado aos apóstolos, o qual serve perfeitamente para nós: é preciso ouvir Seu Filho amado. Isso é, exatamente, o que devemos fazer hoje, pois, erradamente, temos escutado o que muitos têm dito, enquanto deveríamos ouvir somente a voz do Senhor. Pense nisso!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração