ongrace.com

> Mensagem de Hoje

07/12/2020 - SANTIDADE PARA O SENHOR

  • Envie por Email
  • Imprimir
Então, Israel era santidade para o SENHOR e era as primícias da sua novidade; todos os que o devoravam eram tidos por culpados; o mal vinha sobre eles, diz o SENHOR. Jeremias 2.3


No deserto, onde viveram durante 40 anos, os filhos de Jacó eram santidade para Deus. Porém, com o decorrer do tempo, o diabo conseguiu infiltrar neles as suas setas, e eles passaram a fazer o que nunca deveriam sequer ter pensado. Essas atitudes fizeram o Senhor Se chatear e permitir que fossem levados ao cativeiro na Babilônia e permanecessem lá por 70 anos (Jr 25.11).

Muitos cristãos estão entristecendo igualmente o Altíssimo com as suas más decisões, deixando o Manancial de Águas Vivas e cavando para si cisternas rotas (Jr 2.13). A única maneira de agradarmos a Deus é agir pela fé em Cristo (Hb 11.6). Usando a certeza das coisas que se esperam (Hb 11.1), podemos andar como Jesus e fazer o que Ele realizou pelo povo (1 Jo 2.6). Aleluia!

O versículo mostra que, naquele momento, era esperado que a nação dos descendentes de Abraão fosse as primícias da novidade divina, mas eles se desviaram, e o plano do Criador não pôde ser cumprido. Creio que Israel seria exemplo para outras nações, pois, ao verem a justiça imperando na terra do povo santo, elas também procurariam o Deus de Abraão, Isaque e Jacó. Infelizmente, os israelitas não vigiaram!

Hoje, muitos estão perdendo a grandeza do seu chamado, em vez de dar bom testemunho ao mundo (Mt 5.13-16). Ora, se essas pessoas têm Jesus vivendo nelas, por que, às vezes, provam o contrário, matando-se, traindo umas as outras e nunca se curvando ante a Verdade? Os remidos precisam caminhar em retidão, para serem as primícias do Salvador.

O amor do Senhor pelos israelitas era muito grande em respeito aos patriarcas, porque estes creram no que Ele lhes dissera e Lhe obedeceram. Os povos que causavam algum mal ao povo santo eram considerados inimigos. Deus faz o mesmo em nosso favor, como dizem as Escrituras: Não toqueis nos meus ungidos e não maltrateis os meus profetas (Sl 105.15). Sejamos corajosos para ir aos campos missionários! O Altíssimo é fiel e nos protegerá.

Embora não saibamos o prejuízo que alguém nos causou, os que se levantam contra a seara do Mestre sofrerão nas mãos do adversário. Temos de orar por tais pessoas, ou o acusador as destruirá. Somos agentes do Reino do amor, e não do das trevas. A nossa oração pelos nossos perseguidores é a chave para que a obra divina avance, pois Deus nos recompensará com portas abertas em toda parte (Mt 5.44-48). Clame!

O mal continua recaindo sobre nossos opositores, mas, se orarmos, eles serão libertos, e a glória de vê-los aos pés de Cristo será infinitamente maior do que a notícia de que sofreram castigo. Deus espera que façamos maravilhas como Jesus fazia!

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus da nossa santidade! Quão lindo seria se a Igreja tomasse o lugar de Israel. Os seus membros seriam reconhecidos como pessoas de bem, que só têm um objetivo: levar a Cristo judeus e gregos, bons e maus, e eles seriam abençoados.

A Igreja de Cristo tem de ser as primícias da Sua novidade, como Israel deveria ter sido no passado. Então, a situação do mundo seria outra. Tu hás de abençoar os salvos e a obra deles no Evangelho, pois milhões se converterão a Ti!!

Os que rangem os dentes e ameaçam nos devorar são infelizes, mas desejamos bênçãos sobre a cabeça deles. Afinal, somos Teus filhos e não podemos deixar o ódio e o espírito de vingança nos oprimirem. Tu és o nosso Amanhã!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Na Bíblia Comemorativa, em Tt 3.1, diz: Admoesto-vos que sujeitem aos principados e potestades e lhes obedeçam. É claro que está errado, pois a versão correta é:...

A expressão "principados e potestades" no grego não serve apenas para designar os poderes das trevas, mas também as autoridades humanas, como governantes. É o contexto que...

»VEJA MAIS