ongrace.com

> Mensagem de Hoje

09/02/2018 - SOMOS A GLÓRIA E A EXCELÊNCIA DE DEUS

  • Envie por Email
  • Imprimir
Confortai as mãos fracas e fortalecei os joelhos trementes.  Isaías 35.3


Não temos desculpas para não sairmos em prol dos necessitados de cura física ou espiritual, pois somos investidos da glória divina. Por meio dela, os sofredores creem e se alegram em Jesus. Nós, a Igreja de Cristo, podemos fazer as mesmas obras que Ele fazia (Jo 14.12). Por certo, o Mestre não errou nem Se confundiu quando disse isso. Os perdidos precisam ver a glória e a excelência do nosso Senhor.

Ainda criança, aprendi que Jesus é a Verdade, e, antes mesmo de saber ler, uma tia me deu uma Bíblia. Todos os domingos, tinha um imenso prazer de ir à igreja segurando meu presente. Como o Evangelho era pouco aceito na cidade onde eu morava, as pessoas faziam gracejos quando me viam carregando o Livro Santo. Isso era uma glória para mim, pois não me envergonhava de padecer por amor a Jesus (1 Pe 4.16).

Dei meus primeiros passos na fé na igreja batista da minha cidade. Lá, eu ouvia com atenção a pregação do pastor. Ao aprender algo, logo assumia aquele ensinamento e sentia uma alegria imensa por ter conhecido o Senhor. Até hoje, nada me emociona mais do que ver alguém me discriminando, rindo da minha fé ou tecendo comentários maldosos a meu respeito. Todo cristão deveria considerar as ofensas como glórias.

Muitos gostariam de ser usados por Deus e chegam a pedir isso a Ele. No entanto, quando recebem a oportunidade de levar um indivíduo à libertação, costumam tremer com receio de que o maligno não lhes obedeça. Posso afirmar que esse sentimento é um ataque do diabo, pois, se fossem um pouco mais corajosos e expulsassem o demônio, veriam como é fácil ser usado pelo Todo-Poderoso.

Uma de nossas missões é fortalecer as mãos fracas. Ora, Deus fez o homem com duas mãos – duas habilidades, a física e a espiritual. Devido ao pecado de Adão, já nascemos separados do Senhor e, por causa disso, impedidos de usar a aptidão espiritual. Porém, no momento em que nos convertemos a Cristo, somos transportados do reino das trevas para o reino da luz (Cl 1.13,14), e, em o Nome de Jesus, essa capacidade nos é devolvida. 

Não importa quando foi a sua conversão ao Evangelho. Ao se consagrar, você passa a ser um operador de maravilhas, levando as pessoas a terem uma boa impressão da mensagem de Cristo. O conforto para as mãos fracas não é só a cura do mal de Parkinson, ou de outra tremedeira, mas também incentivar as pessoas a usarem a habilidade espiritual, a fim de mostrar aos que desconhecem o poder divino que Jesus pode resolver todos os problemas.

Muitos salvos não caminham bem na fé por terem os “joelhos” trementes. Assim, receiam anunciar que Deus curará os enfermos, pois pensam que não serão usados por terem pecado no passado. Eles se esquecem de que foram perdoados ao serem salvos. Desse modo, precisam apenas crer nas palavras do Senhor e cumprir o plano divino. Seus joelhos já foram curados pelas feridas de Jesus, por isso não precisam tremer mais.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

 

 

Deus! Que desafio Tu colocaste diante de nós: confortar as mãos fracas, que pensam não ter poder para ordenar aos demônios e males que saiam. Porém, isso não é verdade, porque o salvo sabe que Tu já o tens curado!

Por acreditarem que, no caso delas, o sangue de Jesus não operou de modo eficaz, elas não se aventuram a agir pela fé. Quanto mal faz a mensagem negativa e frouxa! Mas Tu ordenaste a fortalecer todas as mãos trementes.

Faz-nos olhar para quem não caminha com segurança e fé, temendo ir aos lugares onde possa ser preso ou sofrer alguma violência por estar falando do Teu amor. Que, a partir de agora, as pessoas com os joelhos vacilantes creiam nas Tuas palavras e Te obedeçam. Amém!

> Receba em seu e-mail

 

> Pedido de oração

Pedido de oração

> Missionário Responde

Por que DEUS permitiu que o diabo destruisse a familia de jó e quase acabasse com sua vida , se ele era uma passoa correta e temente a...

Essa resposta é encontrada no próprio livro de Jó. em primeiro lugar, porque Jó abrigava medo em seu coração, e como demonstro em meu livro -- Medo: Feche Essa Porta --...

»VEJA MAIS